Monges budistas desistem da paz e equilíbrio e brigam diante das câmeras

ANÚNCIO

Só é preciso dizer as palavras ‘homem santo asiático’ para fazer as pessoas zombarem dos famosos monges Shaolin. Um vídeo recente da China mostra que os habilidosos mestres de Kung Fu não são os únicos monges que são engenhosos ao combater um inimigo.

Três monges, todos gerentes de nível médio em um templo, adotaram uma variedade de movimentos de artes marciais enquanto brigavam em plena luz do dia e diante de espectadores atordoados.

ANÚNCIO

Fighting Monks

O vídeo do incidente no templo de Ningguo, em Yangzhou, na China, se tornou viral, mas não mostra o que causou o confronto. Em vez disso, todos os espectadores vêem três monges, dois vestidos com roupas marrons e um amarelo, lutando e dando socos. Parece que dois dos monges estão se unindo.

Enquanto os dois monges em mantos marrons lutam, o monge em amarelo se posiciona atrás de seu oponente. Então, enrolando o braço direito, ele começa a dar um tapa na cabeça do homem com um iPhone. Pelo som do impacto, o case do celular é bastante resistente.

ANÚNCIO

Fighting Monks

Enquanto isso, outros monges e visitantes do templo tentam separar os três homens. As tentativas iniciais não tiveram êxito, mas, eventualmente, os três homens são separados. Mesmo que eles parem de se atacar fisicamente, insultos ainda estavam sendo lançados.

Postando sobre a luta no WeChat, o site de mídia social chinês, o monge-chefe no templo na província oriental de Jiangsu disse que todos os três monges foram expulsos. Tendo trazido grande vergonha para si mesmos, o templo e o Buda, o monge-chefe explicou que, no templo, ‘insistimos em seguir o princípio da qualidade sobre a quantidade’.

Fighting Monks

O vídeo trouxe uma torrente de críticas de cidadãos chineses. Muitos afirmam que todos os monges, e não apenas os três no vídeo, são corruptos e nem são santos.

Outros simplesmente ficaram chocados com o fato de os monges com tanta hostilidade poderem subir ao nível de gerência intermediária do templo.

Depois, houve o terceiro fluxo de críticas. Ele se concentrou nos combates capturados no vídeo. Aparentemente, a falta de Kung Fu decepcionou muitos que se interessaram pelo espetáculo.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Weird Asia News

ANÚNCIO