Mitos que o mundo todo acredita #1

Antes de mais nada, não leve o título ao pé da letra, é apenas força de expressão, obviamente as pessoas possuem crenças diferentes, então por “todo mundo” entenda “muitas pessoas pelo planeta”.

Não importa se você nasceu no Brasil ou na Índia, ou se é católico, muçulmano ou hindu, existem alguns mitos no mundo que transcendem fronteiras e religiões, pois eles fazem parte de quase todas as culturas existentes:




Dilúvio

encontredicas.diluvio

Se você acha que o Dilúvio é uma exclusividade bíblica, está muito enganado. A história de uma grande inundação, que matou todo mundo, é muito mais antiga do que o livro sagrado dos cristãos e possui diversas versões, cada uma ao gosto de certa crença.

Na versão dos judeus e cristãos, a inundação, que toma o mundo todo, é vivida por Noé e sua família. Já na versão suméria, que data mais de 5 mil anos antes de Cristo, temos a Epopeia de Gilgamesh, onde o mundo também é inundado para que todos os humanos pecadores sejam mortos. Nessa arca devem ser colocados um casal de cada animal existente e apenas a família do herói, chamado Utnapishtim. Ainda existe o mito grego, onde o personagem central é Deucalião. Nessa lenda, Zeus está arrependido de ter criado o homem e resolveu exterminar todo mundo. Primeiro, os deuses pensaram em fogo, mas acharam perigoso e a água foi escolhida. Existe um enorme número de outras crenças que falam de um dilúvio: Hindu, religiões africanas, astecas e várias outras…




Derrubando o mito

145060_Papel-de-Parede-O-grande-diluvio_1280x800

Como quase todas as culturas do mundo tem uma história sobre esse dilúvio, a ciência resolveu procurar dados que embasem esse conto, afinal, uma enchente de proporções mundiais deve ter deixado muitas marcas em todos os cantos desse planeta. Por isso, diversos arqueólogos trabalharam nos mais longínquos cantos do mundo em busca da prova do dilúvio, porém nada foi encontrado.

Ao mesmo tempo, a grande maioria dos cientistas concorda que, há 9400 anos, houve um aquecimento no mundo e o nível das águas subiram. Durante algum tempo, uma pesquisa feita por William Ryan e Walter Pitman do Lamont-Doherty Earth Observatory of Columbia University em Palisades, New York, dizia que o mar havia subido mais de 90 metros nessa época, inundando o “mundo” daquelas pessoas, porém um novo estudo mostra algo bem diferente.

O novo estudo, feito por Liviu Giosan, do Oceanographic Institute de Massachusetts, usou a lama do local para determinar quando foi a última vez que houve um movimento drástico por lá e, segundo os dados coletados, a inundação que teria sido enorme, não deve ter passado de 10 metros. Ou seja, alguém andou aumentando (e muito) a história da enchente e a fofoca dela se espalhou por todos os cantos do mundo, criando lendas e mitos, que são irreais e exagerados.

Receba mais em seu e-mail
Topo