10 mitos dos jogos que te enganaram na infância

Sem ir muito a fundo no tema, videogames tem uma história e tanto. O que começou como Pong evoluiu para algo muito maior. Jogos como Call of Duty e Uncharted quebram barreiras do que os jogadores devem esperar. Videogames nem sempre foram populares, na verdade, a indústria dos jogos está aí há algum tempo, mas ainda é muito jovem. Muitos aspectos do negócio se tornaram transparentes com o passar dos anos e, na maioria dos casos, os consumidores sabem tanto quanto os desenvolvedores, mas nem sempre foi assim. Existem vários mitos bastante icônicos ao redor dos jogos de gerações passadas e esta lista vai olhar 10 deles que você, com certeza, se lembra da sua infância.

Super Luigi 64

10 mitos dos jogos que te enganaram na infância

Ele pode não ser tão popular quanto seu irmão Mario, mas Luigi sempre deu seu melhor para provar que dá conta do recado. No lançamento de Super Mario 64 existiu um rumor de que Luigi era um personagem secreto. Depois de muito debate e investigação isso acabou se provando completamente falso.

Samus peladona

10 mitos dos jogos que te enganaram na infância

Desde sua humilde origem no Nintendinho, Metroid percorreu o caminho até se tornar uma franquia de sucesso. No primeiro jogo da série, foi revelado que o protagonista Samus era, na realidade, uma mulher. Logo, se espalharam rumores de que havia um jeito de zerar o jogo para que ele revelasse a personagem sem roupa. Por sorte, não era o caso.

Matar o cachorro caçador de patos

10 mitos dos jogos que te enganaram na infância

Duck Hunt é outro clássico do Nintendinho que cativou uma geração. Utilizando uma pistola, os jogadores tinham que atirar em patos que voavam dos arbustos por um cão de caça. Os níveis iam se dificultando e se você falhasse o cachorro tirava uma da sua cara. Em algum momento acreditou-se que era possível atirar no cachorro, mas acabou sendo uma grande mentira.

Lara Croft peladona

10 mitos dos jogos que te enganaram na infância

Tomb Raider foi, sem dúvidas, um produto do seu tempo. É uma fantástica série e serviu de inspiração para muitos outros jogos, mas mostra sua idade devido a forma como retrata sua personagem feminina. No recente reboot da série, felizmente, os desenvolvedores resolveram esse problema apresentando uma Lara muito mais sobrevivente e corajosa do que sensual. Similar ao rumor que envolvia Metroid, diziam por aí que havia um jeito de ver a personagem peladona. Vai sonhando, galera.

Pegar a Triforce

10 mitos dos jogos que te enganaram na infância

Em The Legend of Zelda, a Triforce é essencialmente o McGuffin da série, e a maioria dos jogos faz com que o jogador junte as três peças, ou uma variação delas. Por isso muitos fãs se surpreenderam ao descobrir que não era necessário fazer isso em The Ocarina of Time. Logo rumores se espalharam de que era possível obter a Triforce, até mesmo capturas de tela foram compartilhadas mas, no fim das contas, era tudo falso.

Clique em “Próximo” para ler o restante do conteúdo da postagem.