Mitos horríveis sobre embalsamentos

Imagine uma morte natural de Hollywood. Os olhos fecham suavemente e a pessoa parece que está em um sono tranquilo. Na realidade, a morte se parece com como você faz dormindo: boca aberta e rosto esmagado contra o travesseiro. É o trabalho do embalsamador poder transformar essa imagem. Uma vez que o processo de embalsamamento não é feito na frente de uma platéia ao vivo, um monte de boatos e mitos cercam este procedimento. Nessa série vamos esclarecer algumas das confusões sobre rituais feitos antes do funeral.




Sobre remover todos os órgãos

farao

Diga a palavra “embalsamamento” e a maioria das pessoas pensam nos egípcios, astuciosamente removendo o cérebro através do nariz e armazenando os órgãos em conserva em vasos. Embalsamamento já percorreu um longo caminho. Os egípcios tinham apenas um objetivo em mente: a preservação. Hoje, a preservação é um dos muitos objetivos. Preservação tem de ser equilibrada com a restauração.

Se embalsamamento fosse uma cirurgia, seria considerada minimamente invasiva. Todas as necessidades desse procedimento são apenas o acesso a uma artéria e requer apenas uma incisão longa por um corte ao lado esquerdo do abdômen. A razão pela qual eles faziam isso era porque os egípcios acreditavam que era errado prejudicar um corpo morto.

O equívoco sobre os órgão serem retirados pode vir da confusão entre embalsamamento e autópsia, em que os órgãos são realmente retirados, pesados, estudados. Isto é feito por um patologista, não uma embalsamadora. Depois da autópsia, os órgãos são colocados de volta ao corpo antes da recepção na casa funerária para o embalsamamento.




Sobre os lábios amarrados

embalming

Deve ser verdade que nós todos vimos um filme onde o zumbi aparece fora da terra e não pode falar até que ele corte com uma faca as cordas fechando seus lábios. Você pode se sentir totalmente relaxado, mesmo com a boca fechada, mas são os músculos que estão mantendo sua mandíbula fechada. Quando eles relaxarem, sua boca vai ficar aberta. Por isso é feita uma incisão para a boca ficar fechada.

Existem algumas maneiras de fazer isso. Uma maneira comum é a utilização de pequenas agulhas afiadas que podem ser ancoradas no osso do maxilar superior e inferior, uma em cada lado. Elas estão ligadas a fios que podem ser amarrados. Isto pode parecer desagradável, mas eu garanto que é melhor do que a sua última visita ao dentista.

Se a estrutura óssea fraca tornar isso difícil, pode ser utilizada uma agulha e sutura, mas não tem muito a ver com os lábios, mas sim o músculo que atribui seus lábios para suas gengivas.

Receba mais em seu e-mail
Topo