Programa Minha Casa Minha Vida: Financiamento pela Caixa Econômica Federal

O Minha Casa Minha Vida é um programa governamental que tem mudado a vida de muitas famílias brasileiras porque possibilita a compra de casas populares de forma parcelada e com taxas de juros praticadas abaixo do mercado financeiro atual.

Por isso, as pessoas têm dúvidas sobre quem tem direito de financiamento na Caixa Econômica Federal pelo programa Minha Casa Minha Vida – afinal, será que todo mundo pode participar do programa? Na verdade, existem algumas regras para participar e isso tem a ver com a renda mensal de cada família.

Programa Minha Casa Minha Vida: Financiamento pela Caixa Econômica Federal

Descubra como o programa funciona e saiba quem pode participar, considerando que a cada ano novos sorteios são feitos e as regras se alteram para beneficiar o maior número de pessoas possível.

O que é o Minha Casa Minha Vida

O programa Minha Casa Minha Vida tem sido motivo de realização pessoal de muitas famílias que encontram nele a chance de realizar o sonho da casa própria. Isso porque o governo financia a compra de casas populares com taxas de juros baixas.

O Minha Casa Minha Vida é do governo federal e é feito em parceria com estados, municípios, empresas e entidades, sendo que a Caixa Econômica Federal é um dos bancos responsáveis pela gestão dos recursos financeiros. Sendo assim, torna-se um programa totalmente confiável e seguro.

Sabendo disso, existem diversas maneiras de participar do programa, sendo que isso vai depender das Faixas de cada família. Aquelas com renda menor podem ter acesso a parcelas mais baixas também, já as outras podem financiar em até 30 anos, por exemplo. Cada um tem sua vantagem.

Quanto as taxas de juros do Minha Casa Minha Vida elas podem variar conforme a Faixa e conforme os índices econômicos que são usados pelo banco. Então, em alguns casos, elas podem partir de 5,5% ao ano, o que é um valor bem abaixo do mercado.

Simular Financiamento na Caixa

Outro item importante que os consumidores devem considerar quando forem solicitar o financiamento da Caixa para a compra de casas populares dentro do maior programa de imóveis do Brasil, Minha Casa Minha Vida, é a questão da simulação do financiamento.

A Caixa tem uma plataforma digital que permite que todo interessado em comprar um imóvel simule as parcelas, para saber as reais condições do seu crédito, desde o valor de cada parcela até as taxas anuais de juros que são cobradas.

Isso é importante para quem vai solicitar o financiamento, já que assim é possível ter uma ideia geral mais completa e convicta sobre o crédito disponibilizado pelo banco e pelo governo. Você também pode simular o seu empréstimo no Simulador Habitacional Caixa.

Direito ao Minha Casa Minha Vida

Para ter direito ao Minha Casa Minha Vida as pessoas precisam estar dentro dos requisitos. E um dos requisitos é financeiro, sendo que as famílias de baixa renda têm acesso aos benefícios da Faixa 1, por exemplo. E baixa renda significa estar em situação de pobreza e extrema pobreza.

A Faixa 1 é para famílias que tenham renda mensal de até R$ 1,8 mil. Nesse caso, as parcelas vão até R$ 270 e o financiamento tem prazo de 120 meses. Já a Faixa 1,5 é para famílias com renda de até R$ 2,6 e as taxas são de apenas 5% ao ano com prazo de 30 anos.

Assim sendo, ainda existem as faixas 2 e 3 para quem tem direito ao Minha Casa Minha Vida, sendo que a Faixa 2 é para famílias com renda de até R$ 4 mil mensal e subsídios de até R$ 29. Já a Faixa 3 é para renda de até R$ 7 mil e taxas diferenciadas também.

Todo mundo que vai solicitar o financiamento na Caixa através do programa popular tem que considerar que essa é uma excelente maneira de realizar o sonho da casa própria, já que as taxas de juros do crédito são as menores do mercado, além do prazo ser estendido.

Quem pode participar do programa

Além do quesito financeiro, as famílias que vão participar do programa devem se atentar a outros pontos, como o fato de que o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e o Bolsa Família não serem itens que compõe a renda família.

Além disso, a família não pode ser proprietária de outros imóveis para ter direito ao Minha Casa Minha Vida. E os responsáveis pela família não devem ter benefícios de natureza habitacional. Dessa forma, se você tem direito à participar do programa deve fazer a inscrição.

A inscrição no Minha Casa Minha Vida é feita da seguinte maneira: para famílias em extrema pobreza ou pobreza (Faixa 1), o ideal é ir até o CRAs (prefeituras) da sua cidade já que a demanda é muito grande e o processo passa por sorteios periódicos.

Já para as outras faixas participantes, os interessados podem fazer o processo inverso: encontrarem os imóveis que aceitam o financiamento de imóveis da Caixa e depois fazer uma análise de crédito no banco, a partir do envio de documentos pessoais para solicitar o empréstimo.

Da redação