Início Curiosidades

Milhares querem beber o suco de múmia de um sarcófago antigo

Indivíduos aventureiros estão clamando para beber líquido vermelho contaminado contido dentro de um antigo sarcófago egípcio com a esperança de ganhar poderes místicos.

A petição de suco de múmia foi postada no change.org por um homem chamado Innes McKendrick de Guildford, Surrey, Inglaterra.

McKendrick, produtor de videogames, está implorando ao “rei dos esqueletos” no Egito para permitir que as pessoas “bebam o líquido vermelho do amaldiçoado sarcófago escuro na forma de algum tipo de bebida energética com gás, para que possamos assumir seus poderes e finalmente morrer. . ”

Até agora, 34.298 pessoas assinaram a petição na esperança de que isso aconteça. E o número continua crescendo.

Arqueólogos em Alexandria, Egito, abriram a tumba sem marca de 2.000 anos em julho de 2018. O caixão antigo – feito de 30 toneladas de granito preto – é o maior sarcófago de pedra já descoberto na cidade portuária do Mediterrâneo.

Alguns acreditavam que o túmulo de 8,5 por 5 pés foi amaldiçoado e abri-lo significaria certa desgraça. Mostafa Waziri, secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades, dissipou os rumores.

“Graças a Deus, o mundo não caiu na escuridão”, disse Waziri à mídia depois de abrir o sarcófago. “Eu fui o primeiro a colocar toda a minha cabeça dentro do sarcófago … e aqui estou diante de você … estou bem.”

Outros esperavam que houvesse uma múmia gigante dentro ou que contivesse os restos de Alexandre, o Grande. Em vez disso, os pesquisadores descobriram três esqueletos flutuando em uma substância vermelha semelhante a esgoto. Eles logo determinaram que os corpos eram de dois homens e uma mulher empilhados uns sobre os outros. Os esqueletos são dos períodos ptolomaico (332 a 30 a.C.) ou romano (30 a.C. a 642 d.C.).

Um dos esqueletos tem um buraco no crânio de 17 cm de largura, indicando que a pessoa foi submetida a algum tipo de cirurgia. Dr. Zeinab Hashish, diretor do Departamento de Estudos de Esqueleto Permanente do Ministério de Antiguidades, acredita que foi a trepanação, que envolve a perfuração de uma broca no crânio.

“Esta cirurgia é a intervenção cirúrgica mais antiga já conhecida desde a pré-história, mas era rara no Egito”, afirmou Hashish em comunicado.

A trepanação foi realizada para fins religiosos e médicos e para tratar doenças como dores de cabeça, hipertensão e inchaço do cérebro.

Quanto ao líquido vermelho no interior, os pesquisadores concordam que é a contaminação da água de esgoto, que é tão potente que apodreceu as embalagens que envolvem os três esqueletos.

É seguro dizer que a maioria das pessoas evita entrar em contato com – muito menos beber – água residual. As pessoas que assinaram a petição podem querer reconsiderar o consumo da gosma vermelha. Em vez de obter poderes dos mortos, é mais provável que adquiram um vírus, infecção bacteriana ou doença do suco que abrange os corpos em decomposição.

Quando perguntado por que ele queria beber o suco de múmia vermelho, McKendrick disse: “Muitos se sentiram decepcionados quando o sarcófago escuro e extremamente amaldiçoado foi aberto para revelar apenas esqueletos encharcados de esgoto bruto, o que é estranho, porque os esqueletos são inerentemente impressionantes.”

“No entanto, sou fiel à esperança que nos foi prometida e acredito profundamente que, ao consumir o suco do esqueleto na forma de uma bebida energética com alto teor de cafeína, ainda podemos ter a oportunidade de entrar em uma era de escuridão e desespero intermináveis. Estou muito feliz em ver outras pessoas apoiando a petição e participando da minha missão de trazer rapidamente o fim de todas as coisas. ”

Enquanto isso, a petição continua a ganhar apoiadores diariamente. Não está claro se eles querem provar o suco de múmia vermelho, esperam testemunhar o peticionário ou pensam que é uma piada. Um usuário recentemente brincou: “Yum yum. Poderes místicos das múmias no meu tum tum.”

Outras pessoas também acreditam que o consumo de certos líquidos os tornará mais fortes e mais poderosos. Em 2016, o pugilista húngaro Alexander Horvath, de 20 anos, anunciou que estava bebendo sangue de cobra antes de uma partida com o lutador indiano Vijender Singh. Sangue de cobra fresco é usado em algumas áreas do país da Europa Central por causa de seus supostos poderes mágicos.

“Existe uma longa e orgulhosa tradição de beber sangue de cobra fresco em minha família que remonta há muitos séculos”, disse Horvath. “Como meus antepassados ​​antes de mim, sou um verdadeiro guerreiro e não pararei em nada para obter minha vitória. Os soldados húngaros beberam sangue de cobra para derrotar os turcos todos esses anos atrás e agora estou bebendo para derrotar Singh. ”

“O sangue desses animais sagrados me faz poderoso além das palavras. Com sangue de cobra correndo pelas minhas veias, não há maneira de Singh me derrotar. Desde que adicionei sangue de cobra à minha dieta, pude treinar mais do que nunca, sem me cansar e estou mais forte do que nunca ”, continuou ele.

Depois, há um coquetel cubano conhecido como canchánchara, que supostamente tem elementos curativos. Não está claro se as guerrilhas cubanas ou escravos africanos desenvolveram a bebida, que supostamente afasta doenças como a gripe.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Ripleys