Mesut Ozil dá uma dica forte sobre seu futuro e o Arsenal não gostará de seus planos

ANÚNCIO

Mesut Ozil deixou claro que não será expulso do Arsenal em Janeiro e planeja encerrar seu contrato no último ano.

Ozil é o jogador mais bem pago dos Gunners, mas não foi nomeado para a Liga Europa do Arsenal nem para a Premier League esta temporada.

ANÚNCIO

A decisão do Arsenal de deixar o alemão de fora parece fazer parte de um plano para convencer Ozil a deixar o clube em Janeiro.

Jogador falou que não sairá do clube

Ozil ganha £ 350.000 por semana e é uma grande pressão para as finanças do clube.

Mas o jogador de 32 anos, que lamentou a falta de lealdade que o Arsenal demonstrou ao expulsá-lo da seleção, não tem intenção de sair.

ANÚNCIO

Em vez disso, ele prometeu “continuar lutando”, pois se recusa a deixar seu mandato terminar assim.

Mesut Ozil dá uma dica forte sobre seu futuro e o Arsenal não gostará de seus planos
Foto: (reprodução/internet)

“Londres ainda é minha casa, ainda tenho muitos bons amigos nesta equipe e ainda sinto uma forte conexão com a torcida do clube”, disse Ozil em comunicado na quarta-feira.

“Não importa o que aconteça, vou continuar lutando pela minha chance e não vou deixar minha oitava temporada no Arsenal terminar assim.”

“Posso prometer que esta difícil decisão não mudará nada na minha mentalidade – vou continuar a treinar o melhor que posso e sempre que possível usar minha voz contra a desumanidade e pela justiça.”

Decepção por não estar entre os convocados

Sobre a decisão do Arsenal de retirá-lo do elenco da Premier League, ele acrescentou: “Estou muito decepcionado com o fato de não ter sido inscrito para a Premier League por enquanto.”

“Ao assinar meu novo contrato em 2018, prometi minha lealdade e fidelidade ao clube que amo, o Arsenal, e me entristece que isso não tenha sido correspondido.”

“Como acabei de descobrir, é difícil conseguir lealdade hoje em dia.”

Leia também: Arsenal confirma que Mesut Ozil foi afastado da seleção de 25 jogadores da Premier League na última derrota

“Sempre tentei manter a certeza, semana após semana, de que talvez haja uma chance de voltar ao time em breve. É por isso que fiquei em silêncio até agora.”

“Antes do surto do Coronavirus, eu estava muito feliz com o desenvolvimento do nosso novo técnico Mikel Arteta – estivemos de uma maneira positiva, eu diria que minhas performances foram de um nível muito bom.

“Mas as coisas mudaram de novo e não pude mais jogar futebol pelo Arsenal.”

Traduzido e adaptado por equipe Minilua

Fonte: Mirror

ANÚNCIO