Mesmo sem os sintomas do COVID-19, você pode ter esse efeito colateral perigoso

ANÚNCIO

PACIENTES QUE PARECEREM SAUDÁVEIS AINDA PODEM ESTAR EM RISCO POR ISSO, DE ACORDO COM A NOVA PESQUISA.

An Asian woman sitting in bed with her hand on her chest showing difficulty breathing

ANÚNCIO

Não é novidade que muitos que apresentam sintomas de COVID-19 ou experimentam casos graves do vírus demonstraram ter danos pulmonares de longa duração ou potencialmente permanentes. Mas um novo estudo indica que mesmo aqueles sem nenhum sintoma revelador do COVID-19 podem estar sofrendo um efeito colateral potencialmente perigoso do coronavírus silenciosamente. Sim, de acordo com pesquisas recentes, pacientes com coronavírus assintomáticos ainda correm o risco de desenvolver danos nos pulmões.

Um estudo publicado recentemente na revista Nature Medicine descobriu que um número significativo de pacientes com COVID-19 exibia sinais de inflamação pulmonar enquanto se sentia saudável. De acordo com suas descobertas, os cientistas determinaram que quase 67% dos indivíduos assintomáticos estudados apresentavam dano em um pulmão e 33% em ambos os pulmões.

“Encontrar tantos pacientes assintomáticos com mudanças tão significativas nas TCs é bastante surpreendente”, disse Alvin Ing, MD, professor de medicina respiratória na Universidade Macquarie, que não participou do estudo.

ANÚNCIO

Este também não é o primeiro estudo a encontrar esses resultados em pacientes assintomáticos. Um relatório recente da China descobriu que a maioria dos pacientes sem sintomas desenvolveu lesões pulmonares.

Os médicos dizem que esse nível de angústia pulmonar está em pé de igualdade com a pneumonia ambulante e acredita que geralmente é apenas temporário. E a boa notícia é que eles acham que há poucas chances de que casos tão leves resultem em efeitos ao longo da vida.

“Eu suspeito que, se você acompanhasse essas pessoas assintomáticas em vários meses, a maioria de suas tomografias seria completamente normal, a menos que se soubesse que eles desenvolveriam sintomas mais tarde”, Jennifer Jennifer-Cousar, MD, pneumologista da National Jewish Health em Denver, disse à NPR. 

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Bestlife

ANÚNCIO