Crashcode – descubra como identificar mensagens que travam o Whatsapp

Você já ouviu falar das mensagens que travam o Whatsapp? As vezes, você nem precisou ouvir porque isso aconteceu com você mesmo, né? Bom, independentemente disso, saiba que o assunto de hoje é para falar sobre esse, que tem “atormentado” muita gente. É o apelidado “trava zap”.

Aliás, saiba que para começo de conversa, a notícia aqui é boa: tem como evitar que esse tipo de coisa aconteça com você. Afinal, estamos falando de modos que os hackers usam para enviar os “malwares” que vem junto com as mensagens do zap.

Só para você entender a gravidade e potência da problemática, considere que em 2018 foi descoberto por pesquisadores que havia um “emoji” que travava totalmente o celular do usuário. Além do emoji, há muitas fotos que trazem consigo esses “vírus cibernéticos”.

O travamento do celular

Antes de explicarmos melhor do crashcode, considere saber sobre o que ele causa: um travamento total do celular. Assim, como um vírus que tem mutação, a prática vai alterando ano após ano. A última notícia é a de um problema que congela a tela do celular do usuário.

E tem outra, que também é recente, que trava o celular da pessoa quando ela abre o Whatsapp. E quer saber? Nem mesmo a equipe de especialistas do Whatsapp conseguiu dizer o que acontece e nem encontrar mecanismos de defesa para essas ameaças atuais.

Então, vamos entender mais um detalhe dessas mensagens que travam o Whatsapp. Os hackers escondem em mensagens comuns e arquivos de contatos os vírus. Assim, ao serem abertos ou compartilhados, eles fazem essa ação de travamento ou congelamento.

E se você não entender a gravidade disso, a gente resume: sempre que abrir o programa, ele será fechado ou travado. Então, mesmo que reinicie o programa no seu celular, isso vai acontecer. E, logo, o usuário acaba perdendo a possibilidade de usar o zap no dia a dia.

Como excluir a mensagem infectada

Se há uma saída para isso, a mais prática e objetiva de todas é justamente a de apagar a mensagem que está infectada com o vírus. Esse é um processo simples, porém, requer alguns cuidados a serem tomados. Os quais vamos falar abaixo.

Se você acha que basta excluir a mensagem do celular, considere que está enganado. Para apagar essas mensagens que travam o Whatsapp, o melhor caminho é usar o Whatsapp Web. Para quem não conhece, essa é uma versão de navegadores para notebooks e PCs do programa.

Sendo assim, dá para iniciar a sessão pelo computador e depois deletar a mensagem. Então, após isso, aí sim, você pode abrir o seu aplicativo no celular. Mas, há um problema: se você já tiver iniciado a sessão do Whatsapp Web antes, isso não vai funcionar.

Nesse caso, considere que não vai dar para acionar o leitor de QR Code no smartphone. E, logo, não haverá sincronização entre celular e o Whatsapp Web. Então, o que fazer nessas situações? Só há uma forma alternativa… Limpar os dados do app. Saiba mais.

Limpando os dados do Whatsapp

Se você já iniciou uma sessão no Whatsapp Web, a única alternativa que sobra é você limpar os dados do app. E, inclusive, você precisará ter “sorte” para que o programa não tenha feito o backup das conversas.

Bom, vamos supor que você esteja com sorte. Então, o que fazer? Saiba que para a limpeza de dados da rede social, você deve acessar as configurações do seu celular, ir até a opção de “aplicativos”, depois em “armazenamento” e, enfim, “limpar os dados”.

E baixar versões modificadas do Whatsapp?

Agora, temos aqui algumas informações bastante importantes sobre essas mensagens que travam o Whatsapp. Como muita gente não consegue resolver, elas acabam ouvindo e lendo sobre baixar versões modificadas do programa. No entanto, isso não é recomendado.

E não é recomendado porque não há nenhuma espécie de proteção contra esse tipo de ataque de hackers. Assim, o usuário acaba trocando o desenvolvedor oficial, que é o Facebook, por outro que não é conhecido. E isso pode trazer riscos ainda maiores.

Lembre-se que toda troca de informação pode não ter a mesma segurança, já que as ferramentas de criptografia não são as mesmas usadas no app original.

Como evitar essas mensagens?

Agora sim, para terminar o artigo, a gente tem uma dica que é para evitar esse tipo de problema que tem sido bastante comum. Se há um jeito de prevenir, ele é: jamais abra uma mensagem de alguém que você não conhece. Se for link, evite isso ainda mais.

A fraude do WhatsApp Martinelli está em circulação novamente, saiba o que fazer se receber

Isso porque o funcionamento desse malware é simples: as mensagens que são enviadas para o celular da pessoa só vão agir quando abertas. Muitas vezes, o material malicioso pode estar em links, imagens ou na mensagem mesmo.

Agora, se você abriu a mensagem e acabou de notar que pode ser um desses textos hackeados, então, você deve desligar, imediatamente, os seus dados móveis ou wi-fi. Isso porque sem a internet, eles não funcionam.

Após isso, então, recomenda-se até mesmo que você faça uma limpeza dos dados do Whatsapp ou, se for possível, uma formatação do seu smartphone. Claro que isso vai gerar danos colaterais, como a perda de arquivos importantes. Mas, é uma forma objetiva de evitar o problema das mensagens que travam o Whatsapp, caso você tenha aberto elas.