Mensagem de Cristiano Ronaldo a Lionel Messi depois que a Juventus destruiu o Barcelona

Cristiano Ronaldo voltou ao Camp Nou pela primeira vez desde que deixou o Real Madrid – e prontamente incendiou-o quando a Juventus desmontou o Barcelona de Lionel Messi.

O craque português Ronaldo classificou o Barça como o ‘melhor time que ele já enfrentou‘ depois do jogo.

E o jogador de 35 anos também revelou que sempre ‘se deu bem’ com o jogador do Barcelona, Messi, de 33 anos.

Dois grandes do futebol

O jogo poderia ser classificado como potencialmente a luta final entre os dois grandes nomes, se fosse uma luta de boxe, teria sido interrompida pelo árbitro.

Foto: (reprodução/internet)

Enquanto não faltou ânimo ou esforço do argentino, que acertou em cheio os sete chutes do Barcelona, ​​o atual mal-estar que envolveu os gigantes catalães fez com que fossem afastados pelos campeões italianos.

E na frente e no centro estava a estrela portuguesa, que marcou duas vezes na vitória dos homens de Andrea Pirlo por 3-0.

Ronaldo marcou dois pênaltis, com o meio-campista dos EUA Weston McKennie também na mira, garantindo o primeiro lugar no grupo da Liga dos Campeões.

Relação cordial

E falando a seguir, Ronaldo disse: “Sempre tive uma relação muito cordial com Messi.”

“Eu compartilhei 12, 13 ou 14 anos de cerimônia de premiação com ele. Nunca o vi como um rival.”

Foto: (reprodução/internet)

“Ele sempre tenta fazer o que é melhor para a equipe dele e para mim também. Sempre me dei muito bem com ele.”

“Mas sabemos que no futebol, pela imprensa, pelo espetáculo, procura-se uma rivalidade, mas sempre me dei bem com ele.”

O Barça terminou em segundo no grupo e ainda se classificou para a fase eliminatória, mas está em apuros na LaLiga.

Adversário difícil

Apesar das dificuldades dos catalães, Ronaldo ainda mostrou respeito por eles após a vitória de sua equipe.

Ao lado de uma foto pós-jogo da equipe da Juve comemorando no vestiário, ele escreveu: “É sempre bom voltar à Espanha e à Catalunha.”

Foto: (reprodução/internet)

“É sempre difícil jogar em Camp Nou contra uma das melhores equipes que já enfrentei.”

“Hoje éramos uma equipe de campeões. Uma família verdadeira, forte e unida.”

“Jogando assim, não temos nada a temer até o final da temporada. Vamos lá.”

Veja também: Cristiano Ronaldo recusou-se trocar de camisa ‘porque não marcou durante o jogo’

Momento delicado do Barça

Ele também disse à mídia: “O Barcelona está passando por um momento difícil, mas ainda é o Barcelona.”

“A verdade é que estamos muito felizes, sabíamos que era uma missão quase impossível, era uma missão complicada e jogamos bem.”

“O segredo era entrar bem no jogo, marcamos dois no início e, a partir daí, acreditamos que era possível”.

A vitória da Juve na Catalunha foi a primeira vez que o Barça sofreu três gols em casa na Liga dos Campeões desde maio de 2013, e uma derrota em casa na primeira fase de grupos desde dezembro de 2008.

Isso também significou que o Barça não conseguiu terminar na liderança de um grupo da Liga dos Campeões pela primeira vez desde 2006-07, aumentando a pressão sobre o rival Ronald Koeman.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua

Fontes: Mirror e The Sun