Minilua

O melhor do Classic Rock #7

56- Hellraiser: Ozzy Osbourne: Ainda hoje, um dos temas centrais de “No More Tears”. Neste, destaque para as faixas: “Mama I’m Coming Home” e “Time After Time”.

57- Flowers by the Door- T.S.O.L: Primeiro e único hit do grupo. Presente, todavia, em seu terceiro álbum de estúdio: “Change Today?”.

58- Wasted Years- Iron Maiden: No Brasil, a sua gradativa aceitação. Por aqui, a sua execução em festas e eventos temáticos.

59- Motorhead- Ace of Spades: Na Inglaterra, a sua disseminação na “UK Singles Chart”. Nesta, a obtenção de um honroso décimo quinto lugar.

60- Cry For Love- Iggy Pop: Na década de 80, a principal música do cantor. Com ela, aliás, a popularização de “Blah Blah Blah” (1986).

61- Layla- Derek And The Dominos: Sem dúvida, um dos maiores clássicos do rock. Composto, inclusive por um dos deuses da guitarra, Eric Clapton.

62- Simple Man- Lynyrd Skynyrd: Magistral por definição. Lembrada, pois, em emissoras como a Kiss FM de São Paulo.

63- Blue Sky Mine- Midnight Oil: Na Billboard, o primeiro lugar obtido. Além desta, a sua difusão na “Australian Singles Chart”.

64- That’s Entertainment- The Jam: Bem sucedida, a canção conquistaria a todos. Dos mais rockeiros aos mais saudosistas.

65- American Pie- Don Mclean: Clássica, ela reconta a morte de Buddy Holly, Ritchie Valens e The Big Bopper.