Início Celebridades

Meghan Markle e o Príncipe Harry pretendem “fazer mais aparições públicas em 2021”

Meghan Markle e o Príncipe Harry poderiam “fazer mais aparições” em 2021, mas se afastaram do tipo de trabalho real que realizavam anteriormente, foi relatado.

O duque e a duquesa de Sussex estão planejando trabalhar mais no próximo ano depois que a crise do coronavírus significou que eles não poderiam fazer todas as coisas que queriam em 2020.

Fontes próximas ao casal revelaram que estão “otimistas e animados” em relação a 2021.

Mais aparições em 2021

Eles também alegaram que o relacionamento do Príncipe Harry com seu irmão, o Príncipe William, melhorou recentemente e que os dois estão “em contato regular”.

Uma fonte disse que o relacionamento deles é “muito melhor do que antes” e que os Sussex também “enviaram presentes de Natal para a família de Cambridge”.

Foto: (reprodução/internet)

Fontes disseram a Katie Nicholl da Vanity Fair: “Veremos mais deles e de uma maneira diferente de como os víamos como membros da realeza. Será mais de acordo com quem eles são e a forma como querem operar a partir de agora.”

O otimismo do casal para o ano novo chega enquanto eles se preparam para o final de uma revisão de 12 meses do novo relacionamento de trabalho de Harry e Meghan com a família real.

Casal envolvido em causas sociais

Desde que se afastou do dever real em março, o casal tem falado sobre tópicos como Black Lives Matter e a eleição nos Estados Unidos.

O casal está atualmente no meio de um período de experiência de 12 meses, ao final do qual a Rainha, 94, o Príncipe Charles, 71, e o Príncipe William se reunirão para revisar sua relação com a monarquia.

Fontes reais afirmaram durante o verão que o Príncipe Harry estava tão interessado em deixar a família real que inicialmente recusou a oferta do período de experiência.

Foto: (reprodução/internet)

A revisão foi exigida por cortesãos e outros membros da realeza, com a Rainha ansiosa para deixar Harry saber que ele poderia retornar ao redil se mudasse de ideia.

Pensa-se que o duque foi contra a ideia porque veio da ‘instituição’ e ele temia que uma revisão diminuiria o impacto da sua saída, permitindo que a mídia escrevesse que eles poderiam retornar.

Meghan comentou do seu aborto e sobre a pandemia do coronavírus

Os comentários mais recentes foram feitos enquanto Meghan elogiava os ‘heróis silenciosos’ da pandemia do coronavírus que apoiaram as comunidades em um clipe gravado pela CNN no que foi sua primeira aparição pública desde que revelou que sofreu um aborto espontâneo.

A Duquesa elogiou os principais trabalhadores e voluntários, enquanto se sentava em um banco aparentemente no terreno da mansão Califórnia de £ 11 milhões ($ 14 milhões) que ela divide com o Príncipe Harry, que não estava envolvido no vídeo.

Foto: (reprodução/internet)

Meghan disse ontem à noite: “Vimos comunidades se levantando e agindo. Quando o programa de merenda infantil foi interrompido, vimos nossos vizinhos garantirem que essas crianças recebessem a nutrição de que precisam.”

Veja também: Príncipe Harry e Meghan Markle quebram o silêncio sobre as alegações do reality show da Netflix

Ela acrescentou que ‘nós, como comunidade, aparecemos’ para entregar os alimentos de que as pessoas vulneráveis ​​precisam, acrescentando que ‘também vimos o poder do espírito humano’ e que ‘temos o poder de lembrar a outra pessoa que há esperança’.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua

Fontes: Mirror e Mail Online