O que a Marvel faz não é cinema, são parques temáticos, disse Martin Scorsese

ANÚNCIO

ANÚNCIO

No entanto, Gunn disse que Martin é um de seus diretores favoritos e sempre será grato por toda sua contribuição ao cinema. Veremos como tudo isso termina, porque certamente é apenas o começo de uma longa lista de declarações de ambos os lados.

Scorsese também participou desse tipo de filme, porque é preciso lembrar que ele fazia parte da equipe de produção do O Coringa, embora tenha se aposentado em julho de 2018, e Emma Tillinger Koskoff assumiu o seu lugar.

O que a Marvel faz não é cinema, são parques temáticos, disse Martin Scorsese

Vários críticos apontaram que este filme, dirigido por Todd Phillips, possui muitas características dos filmes de Martin, além de referências claras a seu trabalho, como O Rei da Comédia, e até Robert de Niro, protagonista do filme, também está neste filme, que recebeu aplausos do público e da crítica.

Filmes como O Aviador e claro, Taxi Driver, também estrelado por De Niro, deixam sua marca nesta versão da história de um dos vilões mais conhecidos e populares de todos os tempos.

O que a Marvel faz não é cinema, são parques temáticos, disse Martin Scorsese

Para muitos, essas afirmações que só vão contra a Marvel, têm a ver com a estréia recente do Coringa, e como fazia parte da produção e também tem seu selo, interessa-lhe que ele se saia bem, embora não seja necessário, uma vez que os críticos viram e adoraram, além disso, desde o começo, foi dito que era muito diferente dos filmes de super-heróis que vimos recentemente.

Provavelmente Scorsese pensou que, embora Joaquin Phoenix e o palhaço frustrado e maluco estivessem indo muito bem, ele poderia dar uma ajuda extra.