Marinha dos EUA derruba drone usando raio laser em navio de guerra

ANÚNCIO

A Marinha dos EUA afirma que redefiniu a guerra depois de testar com sucesso uma arma a laser de alta energia, como nunca vimos antes.

Sério, entramos no estágio ‘enorme guerra de desintegração do laser’ de 2020, o que é ótimo.

ANÚNCIO

Basicamente, essa nova máquina de guerra pode destruir drones e aeronaves não tripuladas durante o voo e não deixar absolutamente nenhum vestígio disso depois.

Marinha dos EUA derruba drone usando raio laser em navio de guerra

Ah, e não há razão para que a aeronave também não seja tripulada. Eles poderiam facilmente ter uma pessoa lá, mas isso teria sido um tanto controverso para o teste que eles filmaram.

ANÚNCIO

A filmagem, que parece algo de um filme de ficção científica ou de seus piores pesadelos, mostra um poderoso raio laser direcionado a uma pequena aeronave de um navio de guerra maior.

Sentado a bordo do USS Portland, o laser destrói completamente a aeronave enquanto ela ainda está no ar e se movendo em velocidade.

Quando o trabalho é feito – e é feito muito rapidamente – não resta mais nada da aeronave, ela desaparece completamente.

Segundo a Marinha dos EUA, esta é a ‘primeira implementação em nível de sistema de um laser de estado sólido de classe de alta energia’.Representa um grande salto para a indústria de explodir pessoas em pedacinhos, e deve ter todas as outras nações militarizadas sentadas e prestando atenção.

Então, por que diabos – dada a infinidade de equipamentos militares que já existem – eles precisam de outro método de destruição?

Bem, de acordo com os caixões militares dos EUA, eles estão reagindo a ‘um número crescente de ameaças’ que incluem UAVs – veículos aéreos não tripulados, para nós civis – pequenos barcos armados, bem como sistemas de reconhecimento e vigilância.

Tudo o que – aparentemente – você pode precisar destruir completamente sem deixar rasto em questão de segundos.

Marinha dos EUA derruba drone usando raio laser em navio de guerra

Este lançamento de teste, que ocorreu em Pearl Harbor, perto do Havaí, em 16 de maio, prova que os EUA – apesar de terem usado armas a laser antes – se mudaram para um mundo diferente quando se trata desse tipo de tecnologia.

De fato, os oficiais da Marinha esperam poder usá-lo para derrubar coisas como mísseis de longo alcance.

Por enquanto, porém, eles estão felizes atirando drones no céu.

Um oficial da Marinha disse: “Com essa nova capacidade avançada, estamos redefinindo a guerra no mar para a Marinha”.

O capitão da Marinha dos EUA, Karrey Sanders, que é o comandante a bordo do USS Portland, disse: “Ao realizar testes avançados no mar contra VANTs e pequenas embarcações, obteremos informações valiosas sobre as capacidades do Demonstrador do Sistema de Armas a Laser de Estado Sólido contra ameaças em potencial .

“O Demonstrador do Sistema de Armas Laser de Estado Sólido é uma capacidade única que o Portland obtém para testar e operar para a Marinha, enquanto abre caminho para futuros sistemas de armas”.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Ladbible

ANÚNCIO