Saiba como manter o seu dinheiro blindado nesse passo a passo

ANÚNCIO

A expectativa no crescimento da economia brasileira existe todos os anos. No entanto, uma boa parte dos investidores daqui optam pela renda fixa para proteger o patrimônio. Só que não entendem como ou o que fazer para manter o seu dinheiro blindado. A gente vai explicar.

Até mesmo porque segundo o relatório Focus, do Banco Central, o Produto Interno Bruto (PIB) terá uma queda 3,34% em 2020. O impacto será tão grande que irá também irá derrubar o indicador em 3% em 2021. Mas, deixaremos isso para lá e focaremos nas finanças pessoais.

ANÚNCIO

Dessa forma, policiar as suas finanças se tornou um desafio ainda maior com as novas crises que surgiram e com as que vão surgir. Assim sendo, conseguir blindar o dinheiro e amenizar ao máximo os problemas e imprevistos que esses momentos trazem é super indicado.

Para tal, separamos algumas sugestões do que você deve fazer durante toda a vida para estar sempre preparado para esses momentos inoportunos. Obviamente, se blindar é inteligente. Mas, como fazer isso? Aprenda nesse passo a passo.

Gaste menos do que ganha

Essa sugestão já deveria estar em vigor nas suas finanças pessoais desde que você começou a trabalhar e ganhou o primeiro salário. Mas, se você ainda não entende isso, talvez esse seja o seu momento ideal.

ANÚNCIO

Afinal, gastar menos do que recebe é uma das regras mais básicas e o primeiro dos passos para manter o seu dinheiro blindado.

Até mesmo porque nos momentos conturbados da economia, a regra geral é não extrapolar com os gastos. Inclusive, torrar sua grana com bobeiras e viver com gastos acima dos seus ganhos só vai complicar ainda mais a sua finança familiar.

A dica é bem simples: viva de forma que consiga suprir suas necessidades e não ache que isso seja algo ruim. O motivo é que conseguir manter sua família com tudo que ela precisa é louvável, além de ser inteligente, pois gastará aquilo que tem sem que lhe falte nada.

Para fechar o tópico, saiba que tratar o seu dinheiro com responsabilidade é a melhor forma de mostrar todo o respeito que tem pelas pessoas que convivem com você.

Cuidado com o cheque especial e o cartão

O conforto de conseguir pagar suas contas em dia sem a necessidade de usar dinheiro vivo tem um custo. E que muitas vezes estão bem acima daquilo que você gostaria de pagar ou que tenha realmente condições de manter.

Se você nunca se enrolou com essas dívidas, não vai ser agora que irá se perder em juros rotativos de 300% ao ano. Não é mesmo? Caso for conhecedor dessa realidade, você sabe o quanto é complicado se livrar dessa situação que incomoda muito.

Dessa forma, não estamos falando para não usar essas ferramentas de compra e de pagamento. Por outro lado, estamos sugerindo que use de forme consciente, jamais extrapolando o seu limite porque assim você não vai conseguir pagar no outro mês.

Saiba que seu cheque não é uma poupança ilimitada onde conseguirá dinheiro quando quiser sem a necessidade de repor. Sobre o cartão, a nossa dica é diminuir o número deles ao máximo, se possível, tenha apenas 1 que torna o controle mais fácil.

Use mais vezes o dinheiro em espécie

Concluindo nossa segunda sugestão que foi dada acima, uma boa saída para evitar o endividamento é utilizar dinheiro vivo e pagar à vista. Isso vai ser extremamente importante para manter o seu dinheiro blindado em todas as épocas, em crise ou não.

É bem simples entender o motivo disso: você irá gastar somente o que tiver no bolso. E dessa forma você controla mais o quanto gasta. Se ficar por aí usando o cartão de crédito não terá essa mesma visão – tão consciente.

Dessa forma, o limite do seu salário e da sua conta do banco tem uma tendência muito maior de serem respeitados.

Outra vantagem é conseguir descontos e negociar preços mais baixos, pois os comerciantes também preferem vender mais barato e ter a segurança de conseguir o valor dos seus produtos na mão e na hora.

Valorize o seu trabalho e pense na renda extra

Talvez você não tenha a profissão que sempre sonhou e nem o salário que acha justo. Isso é mais comum do que você imagina. Porém, sempre dá para mostrar a sua importância para a empresa, pois o corte de gastos e demissões é uma realidade.

E caso seu chefe acreditar que não é fundamental para o negócio dele, você irá perder sua vaga, em algum momento.

Além disso, nossa dica é procurar algumas situações que consiga uma renda extra, tanto para suprir aquilo que é necessário para fechar seu mês quanto para diminuir o impacto de uma possível demissão.

Ofereça aquele seu talento em cozinha, reparação de objetos e até de limpeza em momentos de folga. Além do mais, procure trabalhos online onde poderá ganhar uma grana sem precisar sair de casa. Isso agrega muito valor ao seu orçamento.

Crie a sua reserva de emergência

E para fechar com chave de ouro esse conteúdo sobre como manter o seu dinheiro blindado, a gente não poderia deixar de citar ela, que é uma referência sempre que falamos em imprevistos ou crises: a reserva de emergência.

manter o seu dinheiro blindado

Com certeza, ela vai te ajudar muito em momentos emergenciais. Sabemos que durante uma crise financeira no país é muito difícil montar sua reserva, ainda mais que o recomendado é separar cerca de 10% do seu salário.

Mas, talvez, com a ajuda da renda extra seja possível começar a sua, pois nunca se sabe quando a situação pode ficar ainda pior. Ter uma segurança para manter suas necessidades é muito importante. E quando a crise passar, aumente a sua reserva.

ANÚNCIO