Descubra como manter o celular seguro de invasores com essas 5 dicas

Hoje em dia não dá para imaginar alguém que fique sem celular. Para se ter uma ideia, é só o celular quebrar que muita gente ficou louca. E isso não é exagero. Portanto, criou-se também um mercado para criminosos. Neste conteúdo, vamos falar sobre como manter o celular seguro de invasores. Atente-se!

Além do mais, saiba que algumas medidas são muito simples de serem tomadas, e não tem custo algum, e pode fazer toda a diferença na hora de facilitar ou dificultar a ação de tais bandidos da internet. Uma simples adição de senha, por exemplo, pode mudar tudo.

Agora, se você acha que isso nunca vai acontecer com você, o ideal é analisar o número de pessoas que fazem Boletins de Ocorrência para relataram que foram alvos de tais criminosos. Eles não têm uma ordem de quem será o próximo da lista… Inclusive, pode ser você.

As dicas para manter o celular seguro de invasores

As dicas abaixo também não seguem ordens. Mas, de fato, elas concordam com tudo o que os policiais e agentes de segurança cibernética dizem sobre os modos e as técnicas que existem para se prevenir de tais dores de cabeça.

Inclusive, essas dores de cabeça podem ser resultadas de perdas financeiras também, já que quase sempre os criminosos usam essa expertise para “roubar” os usuários de celular.

ANÚNCIO

1 – A senha do celular

A primeira dica até parece um tanto quanto óbvia, mas nunca é demais reforçar a ideia, né. Saiba que todo celular permite que o usuário adicione uma senha para iniciação dele. Assim sendo, tem como bloquear a tela com temporizador ou deixa-lo sem senha.

A ideia é que você faça o uso das senhas, sempre. Afinal, você nunca sabe quando invasores vão te escolher para a tentativa de golpe. De modo geral, a senha é o mecanismo de bloqueio mais seguro para o celular.

A boa notícia é que atualmente existem vários modelos. Inclusive, o FaceID e o TouchID, que fazem o reconhecimento digital e facial em telefones iOS. Nesses casos, basicamente você vai precisar olhar para a câmera para fazer o desbloqueio.

2 – Os aplicativos da loja oficial

A segunda dica para manter o celular seguro de invasores é sobre os aplicativos que você costuma instalar no seu smartphone. Hoje em dia, infelizmente, tem muita gente que baixa app de qualquer lugar, de qualquer site ou loja.

Mas, o recomendável é que isso seja feito apenas nas lojas oficiais. No caso do iOS estamos falando da App Store e no caso do Android temos o Google Play Store. Isso evita muito que você baixe um arquivo errado, corrompido, infectado.

Até mesmo o iOS, que é tido como um dos mais seguros tem alternativas para quem quer baixar apps sem ser da App Store. Só que isso compromete totalmente a segurança do aparelho e do sistema. É um risco e tanto.

3 – A proteção dos aplicativos mais usados

Se por um lado é preciso se atentar na hora de baixar os aplicativos, por outro é preciso se atentar a eles, individualmente. Um bom exemplo é o WhatsApp, que é um dos apps mais baixados dos últimos tempos e mais usados também.

Para proteger ele, o que você pode fazer é desabilitar o backup que ele faz. Por que? Porque isso impede que as conversas sejam jogadas na nuvem pelo serviço automático de salvamento. É claro que isso colocaria em risco o seu histórico. Então, você tem que escolher.

Uma alternativa talvez seja a de optar pela autenticação em duas etapas. Através dela, o usuário pode exigir que uma senha de 6 dígitos seja usada depois de algumas semanas. Isso dificultaria a ação de criminosos.

4 – O cuidado com os códigos de SMS

Independentemente de onde você mora e qual celular você tenha, saiba que um dia na vida você vai receber alguma mensagem de SMS no seu celular. Isso quer dizer que você tem que tomar muito cuidado com isso.

É claro que hoje em dia muitos programas usam tal recurso para confirmar dados. Porém, isso também já faz parte da ação de criminosos da internet. Então, o cuidado para manter o celular seguro de invasores é justamente analisar tais códigos.

manter o celular seguro de invasores

Evite digitar códigos em plataformas que você não conheça ou que não tenha solicitado tal informação. Nesses casos, o ideal é sempre você desligar o aparelho e reiniciar ele. Isso porque se você informa o código para o bandido, ele vai ter acesso a todo dado do seu celular.

Sobre os aplicativos de celular, confira essas matérias também:

5 – As dicas para os casos de roubo ou perda

Por último, também é importante que você saiba que existem algumas medidas de segurança para quando o celular é perdido ou roubado. Por exemplo, tanto o Google como a Apple oferecem serviços de proteção para impedir que criminosos façam o uso do seu aparelho.

No Android, por exemplo, você pode “encontrar o meu dispositivo” por um navegador da internet. A partir disso, dá até para mudar senhas e evitar o acesso dos bandidos. Além de localizar ele, você pode bloquear e inutilizar também.

Já no caso do iOS, que o sistema operacional da Apple, o que você pode fazer é “buscar iPhone” no site do iCloud e fazer o mesmo que poderia ser feito no Android. No “modo perdido”, o seu celular ficará bloqueado e protegido por senha.

ANÚNCIO