Semana passada falamos sobre Slender Man, uma misteriosa criatura que aparece em fotos nos dias que crianças desaparecem. Hoje falaremos sobre uma estranha caveira:




Starchild

starchild_reconstruction

Essa é história de um achado para lá de misterioso e começa há mais de 70 aos atrás, quando uma garota brincava perto de uma caverna, até que certa hora ela decidiu entrar no tal lugar, que fica a 150 km do estado mexicano de Chihuahua. Lá dentro a menina fez uma estranha descoberta: haviam dois esqueletos, um normal e outro bizarro, com um cabeça enorme, ossos pequenos e diversas coisas diferentes de um normal.

starchild_skull

O interesse no artefato se tornou tão grande que até mesmo foi criado o Starchild Project, que nada mais era um grupo de cientista que deveria descobrir as origens do esqueleto. No fim o resultado de tudo isso foi surpreendente.

ufo_expo082707_4

Sabe-se que os ossos têm 900 anos de idade, sendo que o maior é de uma mulher que tinha em torno de 25 anos, já o pequeno, chamado de Starchild, era de uma criança de não mais do que cinco anos.

Depois de todas as análises possíveis, a ideia de que poderia ser apenas uma criança com problemas de formação foi descartada, pois todos os detalhes desse estranho crânio não eram apenas coincidência.

starchild_skull-alien-surfer-jerry




Com essas afirmações uma lenda antiga que era contada no local por índios que viviam lá começou a ganhar força, ela falava de Crianças das Estrelas, que eram filhos de seres que vinham dos céus e engravidavam as mulheres, anos mais tarde eles voltavam e levavam os nascidos embora.35starchild

Seria então o crânio Starchild uma prova dessa lenda? E seria a mulher encontrada junto a ele a mãe desse garoto-ET, que estava tentando escondê-lo para os seres do céu não levarem embora seu filho?

No fim nada se sabe, mas talvez esse pequeno esqueleto seja a prova de que no passado e talvez ainda hoje em dia, eles estão no meio de nós.

Caso tenha gostado desse mistério, não se esqueça de “Curtir” o post em seu Facebook, espalhando o terror entre seus amigos.

Me siga no Twitter: @Diego_minilua ou me adicione no Face://www.facebook.com/diegominilua.