Minilua

Os maiores mistérios da humanidade #28

Semana passada falamos sobre os misteriosos vídeos 333-333-333 que existem no Youtube. Hoje falaremos sobre um dos locais mais mal assombrados do mundo:

Avenida Ocean, 112

A casa número 112 da Avenida Ocean era um moradia como outra qualquer, até que no dia 13 de Novembro de 1974 um dos crimes mais hediondos da história ocorreu nesse local, transformando-o em um sinônimo de mistérios e assombrações.

Em 1965 a família Defoe comprou uma bela e grande casa na Avenida Ocean, onde tinham a esperança de viverem bem e confortavelmente por muito tempo, infelizmente a alegria dessa família não durou, pois mal sabiam que um assassino morava junto com eles.

Foto dos cincos irmãos

Ronald "Butch" Júnior era o mais velho de cinco irmãos e também o mais problemático, pois tinha envolvimento com drogas e às vezes cometia pequenos furtos para sustentar seu vicio. Por esse mau comportamento, as brigas entre ele e seu pai (Sr. Ronald DeFeo) eram comuns.

Contudo, no dia 13 de Novembro de 74, Ronald, por um motivo desconhecido, resolveu matar todos os membros de sua família. Ele pegou uma carabina e atirou duas vezes contra seus pais. Logo em seguida foi ao quarto de cada um dos seus irmãos e disparou contra eles também. Para finalizar assassinou as outras duas irmãs. Tudo isso foi feito enquanto todos dormiam e por algum motivo estranho ninguém acordou com os disparos. Outro fato interessante é que todos forram colocados de bruços antes de serem atingidos.

Ronald e seu pai

Sabendo que acabaria na cadeia, Ronald pediu ajuda a seus amigos para que mentissem em seu favor de modo a criar um álibi. Mas a arma do crime e outras coisas que o culpavam pelo ato foram encontradas e ele acabou indo a julgamento, onde confessou os crimes: "Começou tudo muito rápido. Assim que comecei, não consegui parar. Foi tudo muito rápido".

Um dos corpos sendo retirado da casa

Ronald ainda declarou: “Eu não matei a minha família, eles iam me matar”. O que eu fiz foi em autodefesa e não há nada de errado com isso. Quando tenho uma arma na mão, não há duvida nenhuma sobre quem eu sou. Eu sou Deus.

Mesmo com o crime resolvido muitas coisas estranhas ainda rondam esses assassinatos e acontecimentos assustadores que ocorreram na casa, mas isso é assunto para o próximo post da série.