Minilua

Os maiores, mais fundos, os menores: Os recordistas da Terra #3

Nosso planeta é cheio de coisas incríveis, desde as mais pequenas até as maiores, passando pelas mais secas, até as mais frias. Enfim, existem diversos lugares que, além de terem suas curiosidades, são donos de alguns recordes extremos:

 

Dallol

Se você gosta de um calorzinho, esse é o lugar. Dallol é uma antiga cidade na Etiópia, que só existe devido a extração de sal. Durante a Primeira Guerra, quando os países grandes estavam muito ocupados se matando e não tinham tempo para extrair sal, o local foi altamente habitado, depois disso se tornou um vilarejo fantasma.

Hoje em dia ninguém mais vive por lá, mesmo assim, Dallol ainda tem o título de lugar mais quente já habitado por seres humanos. A média de temperatura por lá é de 35º o ano todo! Por volta de junho, as temperaturas médias do local ficam acima dos 46º e no inverno a média miníma é de 25º.

 

TauTona

TauTona é uma gigantesca mina localizada na África do Sul. Explorada desde 1962, o lugar detém o recorde de buraco feito por humanos mais profundo do mundo.

Contando com 5600 trabalhadores, 800 Km de estradas e túneis, a TauTona é um monstro capaz de fornecer uma quantidade gigantesca de ouro todos os anos. A luta pela extração é complicada, pois a mina é tão profunda, chegando aos 3,9 Km de profundidade, que as temperaturas lá passam dos 60º Celsius. Em média 5 trabalhadores morrem por ano.

 

Oymyakon

Localizado no norte da Rússia, esse pequeno vilarejo, no meio do nada, é um dos lugares mais extremos do planeta onde pessoas ainda vivem. Criado durante a Segunda Guerra Mundial como ponto de apoio para aviões russos, o aeroporto local foi quem deu origem a pequena cidade.

Hoje em dia, apenas 500 pessoas vivem por lá, o que dá ao local o título de região mais fria do planeta que é habitada. Sua localização muito ao norte faz com que os dias por lá variem de 24 horas para apenas 21 horas. Nessas épocas, a temperatura chega aos -60º Celsius. No alto verão, um calor de 10º Celsius é motivo de festa.

 

Aucanquilcha

Localizado no Chile, esse vulcão sobe a mais de 6 mil metros de altura. E lá em cima dele é possível encontrar a estrada mais alta do mundo. Devido a extração de enxofre, uma cidade com mais de 5 mil pessoas foi erguida no local, onde caminhões subiam e desciam os morros levando o enxofre para ser vendido. Hoje a estrada foi abandonada, mas ainda detém seu recorde, como estrada funcional mais alta do planeta.