A maior galáxia espiral já encontrada

Astrônomos da NASA (Agência Espacial Norte-Americana), do ESO (Observatório Europeu do Sul) e da USP (Universidade de São Paulo) foram responsáveis por essa grande descoberta.

Um satélite captou, por acidente, a maior galáxia espiral já registrada por astrônomos. As imagens mostram uma explosão de luzes ultravioleta que indicam uma colisão com uma galáxia vizinha menor.

As imagens da galáxia NGC 6872 foram captadas pelo satélite Galex (Galaxy Evolution Explorer).

http://scontent.cdninstagram.com/t51.2885-15/s480x480/e35/c1.0.637.637/13732085_1747593438821913_1789485013_n.jpg?ig_cache_key=MTI5NzE2NjQ1OTc1MTM0MTQ3MQ%3D%3D.2.c
A galáxia NGC 6872, que fica a 212 milhões de anos-luz da Terra, possui segundo estimativas dos astrônomos, um tamanho cinco vezes maior que a Via Láctea, ou seja, 500 mil anos-luz de tamanho.

Essa descoberta mostra como as galáxias podem mudar radicalmente de tamanho com as colisões.

Receba mais em seu e-mail
Topo