57 macacos foram mortos no Japão por conterem genes “impuros”

O zoológico Takagiyama Nature, está sendo amplamente criticado em redes sociais, após tomar a decisão de sacrificar, com injeção letal, 57 macacos japoneses que foram recentemente adquiridos. O zoológico adotou 164 macacos e depois de alguns estudos genéticos descobriram que 57 animais não eram “puros”.

Macaco-japonês da neve

Aparentemente, eles foram cruzados com o macaco rhesus de origem chinesa, cuja mentalidade é estranha e agressiva. O macaco rhesus tem rosto castanho-avermelhado. Seus genes foram consideradas “diferentes” para a espécie japonesa criada no zoológico desde 1957.

O parque de animais defende-se dizendo que esta medida foi tomada para proteger a espécie. Alguns ambientalistas japoneses são a favor, porque, segundo publicação do jornal The Japan Times:

“É crucial para manter o equilíbrio natural, não permitir qualquer contato entre espécies estrangeiras e nativas.”

No entanto, organizações de defesa dos animais em todo o mundo, argumentam que a medida não era necessária. Em uma tentativa de acalmar as reações, uma cerimônia fúnebre para os macacos foi oferecida em um templo budista na área.

Assim caminha a “humanidade”…

Receba mais em seu e-mail
Carregar mais
Topo
<-- /home/edenilson/web/minilua.com/public_html/wp-content/cache/static/https/minilua.com/macacos-mortos-japao/index.html //-->