Os lugares mais mórbidos do mundo #3

Muitas pessoas, por algum motivo, acabam se atraindo pela morte e por coisas macabras. Algumas, até mesmo, sentem-se atraídas por vibrações ruins e assustadoras. E no mundo não faltam lugares que representam esses sentimentos obscuros:




A fazenda de corpos

body_farm_skull-620x350

Quando a polícia encontra um corpo em decomposição, ela precisa saber há quanto tempo ele está ali, se está naquele lugar desde o falecimento e que tipo de coisas poderiam tê-lo afetado para ficar do jeito que está. Mas para saber isso, é preciso ver corpos em decomposição e estudá-los nas mais diversas condições. E é para isso que existem as fazendas de corpos.

Uma das mais famosas fazendas de corpos do mundo é a da University of Tennessee, onde sempre existem corpos em decomposição expostos aos mais diversos fatores. Alguns corpos são deixados na água, outros na lama ou no meio da floresta, até mesmo dentro de porta malas de carros ou sacos plásticos, tudo isso para simular a grande variedade de lugares onde um corpo pode ser escondido.

body_farm,0

Essa variedade de opções existe pois, além de ensinar como a decomposição funciona para alunos de antropologia, muitos peritos em assassinato são treinados no local, ganhando a capacidade de identificarem pelo que passou um corpo depois da morte, o que pode ser a chave para solução de um crime.

O lugar, que é uma fazenda com mais ou menos 10 mil metros quadrados, pode ter, ao mesmo tempo, até 40 corpos em decomposição nos mais variados cenários. Esses corpos são conseguidos através de doações espontâneas feitas por parentes dos mortos. Mas também existem muitas pessoas que se inscrevem para serem usadas após a morte. Esse programa já deu mais de 1300 corpos para a macabra fazenda e o número cresce rapidamente.

body_farm_2




body_farm_skeleton




body-farm-4




excavating2




Sally_Mann_Body_Farm_color_07

Alguém precisa morrer para que os outros possam aprender!

Siga Diego Martins no Google+: gplus/diegomartins

Ou adicione no Facebook: http://www.facebook.com/diegominilua

Faça parte de nosso grupo: http://www.facebook.com/groups/188760724584263/

Receba mais em seu e-mail

Os lugares mais mórbidos do mundo #3

Muitas pessoas, por algum motivo, acabam se atraindo pela morte e por coisas macabras. Algumas, até mesmo, sentem-se atraídas por vibrações ruins e assustadoras. E no mundo não faltam lugares que representam esses sentimentos obscuros:




A fazenda de corpos

body_farm_skull-620x350

Quando a polícia encontra um corpo em decomposição, ela precisa saber há quanto tempo ele está ali, se está naquele lugar desde o falecimento e que tipo de coisas poderiam tê-lo afetado para ficar do jeito que está. Mas para saber isso, é preciso ver corpos em decomposição e estudá-los nas mais diversas condições. E é para isso que existem as fazendas de corpos.

Uma das mais famosas fazendas de corpos do mundo é a da University of Tennessee, onde sempre existem corpos em decomposição expostos aos mais diversos fatores. Alguns corpos são deixados na água, outros na lama ou no meio da floresta, até mesmo dentro de porta malas de carros ou sacos plásticos, tudo isso para simular a grande variedade de lugares onde um corpo pode ser escondido.

body_farm,0

Essa variedade de opções existe pois, além de ensinar como a decomposição funciona para alunos de antropologia, muitos peritos em assassinato são treinados no local, ganhando a capacidade de identificarem pelo que passou um corpo depois da morte, o que pode ser a chave para solução de um crime.

O lugar, que é uma fazenda com mais ou menos 10 mil metros quadrados, pode ter, ao mesmo tempo, até 40 corpos em decomposição nos mais variados cenários. Esses corpos são conseguidos através de doações espontâneas feitas por parentes dos mortos. Mas também existem muitas pessoas que se inscrevem para serem usadas após a morte. Esse programa já deu mais de 1300 corpos para a macabra fazenda e o número cresce rapidamente.

body_farm_2




body_farm_skeleton




body-farm-4




excavating2




Sally_Mann_Body_Farm_color_07

Alguém precisa morrer para que os outros possam aprender!

Siga Diego Martins no Google+: gplus/diegomartins

Ou adicione no Facebook: http://www.facebook.com/diegominilua

Faça parte de nosso grupo: http://www.facebook.com/groups/188760724584263/

Receba mais em seu e-mail
Carregar mais
Topo