Love Songs dos anos 80 # 4

sinead1

21 - Nothing Compares To You - Sinéad O’Connor: Lançada em 1989, a canção faz parte do segundo trabalho da cantora, “I don’t Want I Haven’t Got”. Entre outras coisas, ela foi responsável por uma maior popularização de Sinéad pelo mundo.




Curiosidades

- Poucos sabem, mas a música não foi originalmente composta por Sinéad O’Connor. Muito pelo contrário, sua versão foi a terceira de uma série, iniciada pelo cantor Prince, em 1980.

- No auge do sucesso, a canção atingiria a posição de número 1 em diferentes partes do mundo. Entre os países, destaque para Estados Unidos, Inglaterra e Australia.

- No ano de 2004, a revista Rolling Stones, classificaria a versão de Sinéad na posição de número 162 entre as “500 Greatest Songs of All Time”.

- A VH1 Classic, uma das mais renomadas emissoras de tv, elegeria a trilha como a segunda melhor na categoria “classic love song”, atrás apenas de “Let's Stay Together”, do cantor Al Green.

22 - Slave To Love - Bryan Ferry: “Slave to Love” foi composta em 1985, pelo ex-Roxy Music, Bryan Ferry. A música, por sua vez, permaneceria nove semanas consecutivas na “UK Charts”, atingindo a décima posição.

 

23 - Woman - John Lennon: Escrita em 1980, a canção está contida no álbum “Double Fantasy”, do cantor John Lennon e de sua esposa, Yoko Ono. É bom que se diga, semanas após seu lançamento, a trilha já figurava entre as principais da época, atingindo a primeira posição em diversos países.

 

24 - Baby Can I Hold You - Tracy Chapman: “Querido posso te abraçar essa noite? Talvez se eu lhe dissesse as palavras certas..Na hora certa você seria meu”. “Baby Can I Hold You”, da cantora Tracy Chapman, alcançaria, ainda em 1988, o “TOP 50” das paradas americanas. A trilha é lembrada por diferentes gerações, sendo difundida em diversas emissoras de flash back.

25 - Lovesong - The Cure: Sem dúvida, um dos maiores hits dos ingleses do The Cure. A canção faz parte do oitavo álbum da banda, “Desintegration”, de 1989.

Receba mais em seu e-mail
Topo