Lewis Hamilton dedica a vitória do GP da Bélgica a Chadwick Boseman com uma homenagem emocionante

ANÚNCIO

Lewis Hamilton provou mais uma vez porque é o próprio super-herói da F1 ao atingir a 89ª vitória de sua carreira no Grande Prêmio da Bélgica e depois dedicá-la a Chadwick Boseman.

O seis vezes campeão mundial abriu 47 pontos de vantagem no título no campeonato de pilotos com outra performance impecável na vitória de pole a flag em Spa no domingo.

ANÚNCIO

Um Hamilton emocionado celebrou em cima de sua Mercedes enquanto realizava a saudação Wakanda do Pantera Negra em homenagem ao ator Boseman.

Inspiração e legado

A morte da estrela americana aos 43 anos de idade, após uma batalha secreta de quatro anos contra o câncer de cólon, foi anunciada na manhã de sábado, com Hamilton sabendo da triste notícia poucas horas antes de participar da qualificação.

E Hamilton – que é o único piloto negro da F1 – disse: “Foi um fim de semana emocionante, quero dedicar esta vitória ao Chad e sua família, ele foi uma inspiração e seu legado vai viver.”

ANÚNCIO

“Você sabe, quando você está assistindo ao noticiário, quando você vê o que está acontecendo ao redor do mundo e eu me sinto muito afetado por isso e, obviamente, eu estava incrivelmente orgulhoso quando Chadwick era o Pantera Negra.”

Lewis Hamilton dedica a vitória do GP da Bélgica a Chadwick Boseman com uma homenagem emocionante

Ter um herói de cor semelhante marcou piloto

“Como mencionei todos os motivos ontem, quando era criança, sonhar com super-heróis e finalmente ver alguém, um super-herói de uma cor semelhante à minha, foi realmente um momento marcante, eu acho, para a comunidade negra.”

“Então, quando acordei e recebi a notícia de um amigo que disse que estou chorando, escrevendo esta mensagem para você sobre Chad e, em seguida, lendo a notícia, eu simplesmente desabei.”

Lewis Hamilton dedica a vitória do GP da Bélgica a Chadwick Boseman com uma homenagem emocionante

“Eu me lembro, apenas tentando me recompor e ter certeza de que entregaria naquele dia.”

A vitória do britânico em Spa, que o deixa a menos que o recorde de Michael Schumacher de 91 vitórias, foi sua quinta em sete corridas.

E o hexacampeão mundial saboreou outra vitória esmagadora com a Mercedes como a última homenagem a seu falecido amigo.

Ele acrescentou: “Continuamos a empurrar os limites e é ótimo terminar em alta neste fim de semana, especialmente com a morte de Chad porque ele fez todos se sentirem como um super-herói.”

Traduzido e adaptado por equipe Minilua

Fonte: Mirror

ANÚNCIO