Minilua

Lembranças da escola #37: Brigas

Uma escola que se prezasse tinha que ter pelo menos uma ou duas vezes por trimestre uma boa briga na saída, uma daquelas que reunia todo mundo para assistir o espetáculo.

As brigas colegiais começavam normalmente de dois modos:

1 – Duas pessoas criavam uma inimizade, seja por causa de namoro, uma partida de futebol no intervalo, zuação na sala, ou mesmo porque não iam um com a cara do outro. Enfim, esse tipo de briga demorava algum tempo até chegar nas vias de fato, mas quando isso acontecia era o evento do mês. Afinal todo mundo sabia que iria acontecer, por isso existiam muitas pessoas que certamente esperariam lá no portão para ver o “pau comendo”.

2 – Esse é o tipo de briga mais interessante, pois normalmente terminava no mesmo dia em que começava. Esse início normalmente ocorria no intervalo por algum motivo besta.

Contudo o mais legal era que do intervalo até a hora da saída, todas as pessoas da escola ficavam sabendo do que iria acontecer (isso em uma época onde não haviam celulares), ou seja, o boca a boca funcionava a toda vapor. Instaurando na escola o espirito de luta em todos.

Assim que o sinal tocava, todo mundo corria para o portão e logo vinha um dos desafiantes (cercado de seus fiéis companheiros), e os gritos começavam. Em seguida podia-se avistar o outro lutador, e então todos iam ao delírio.

Assim que os dois estavam frente a frente, havia aquela clássica discussão entre eles e muitos empurrões (o que muitas vezes era tudo que acontecia), porém sempre existiam as brigas que realmente tinham porrada e solta e gritos para embalar a luta.

Depois de uns 5 minutos, alguém sempre separa os dois, mas toda vez havia um claro vencedor e um claro perdedor. Óbvio que no outro dia haviam dois expulsos ou dois suspensos, porém pouco importava, pois a escola já tinha assunto para mais um mês de inatividade.

Gostou de lembrar das brigas na escola? Então curta essa matéria em seu Facebook e Twitte-a para seus amigos, porque se não fizer eu te pego na saída.