Lego lança blocos em braille para crianças cegas e com deficiências visuais!

A Lego revelou um novo projeto destinado a ajudar crianças cegas e com deficiência visual a aprender braille de uma maneira “lúdica e envolvente”. Lego Braille Bricks, um conceito originalmente proposto para a empresa de brinquedos por duas instituições de caridade, permitirá que as crianças aprendam o sistema de escrita por toque através do jogo.

Os blocos, que serão lançados totalmente em 2020, apresentam as tachas usadas para caracteres do alfabeto Braille, bem como caracteres impressos que permitem que pessoas com visão leiam os blocos. Eles serão “totalmente compatíveis” com as peças existentes da Lego, disse a empresa em um comunicado à imprensa.

Associação Dinamarquesa de Cegos sugeriu o conceito à Fundação Lego em 2011, enquanto a Fundação Dorina Nowill para Cegos, sediada no Brasil, propôs os blocos em 2017. Um porta-voz da Lego disse que a empresa havia desenvolvido protótipos com as duas organizações.

O conjunto final incluirá aproximadamente 250 blocos, cobrindo o alfabeto Braille completo, números de zero a nove, símbolos matemáticos, bem como “inspiração para o ensino e jogos interativos”.

Os Braille Bricks estão atualmente sendo testados em escolas em português, dinamarquês, inglês e norueguês, enquanto as versões em espanhol, francês e alemão serão testadas ainda este ano. Eles serão distribuídos gratuitamente às instituições através das organizações parceiras.

David Clarke, diretor de serviços do RNIB, disse em um comunicado que os blocos “melhorariam a educação para crianças com deficiência visual e encorajariam a inclusão”.

“Graças a essa inovação, as crianças com deficiência visual poderão aprender braille e interagir com seus amigos e colegas de classe de uma forma divertida, usando o jogo para incentivar a criatividade enquanto aprendem a ler e escrever”, acrescentou Clarke.

Lego lança blocos em braille para crianças cegas e com deficiências visuais!

Morten Bonde, diretor sênior de arte do Lego Group que está perdendo a visão por causa de um distúrbio genético dos olhos, disse em um comunicado: “Experimentar reações de alunos e professores à Lego Braille Bricks foi extremamente inspirador e me lembrou que as únicas limitações que eu vou encontrar na vida são aquelas que eu criei na minha mente “.
“Fico emocionado ao ver o impacto que este produto tem no desenvolvimento da confiança e curiosidade acadêmica de crianças cegas e deficientes visuais já em seus primórdios”.

  • Próximo >>