Ladrão finge ser professor; ‘Aplica prova’, pede aos alunos seus smartphones e os rouba

O celular com tela digital, tem sido desde sua invenção, uma das melhores ferramentas que um aluno pode ter ao fazer um exame. Obviamente, os professores estão cientes e sabemos que eles não hesitarão em confiscar, se necessário.

Infelizmente há professores que punem não devolvendo o dispositivo por alguns dias, enquanto outros simplesmente nunca o devolvem … como um ladrão que fingiu ser professor em uma universidade.

Telefones celulares de professor de ladrão

Alunos do primeiro semestre do Curso de Nutrição da Universidade Autônoma de Durango, localizado na cidade de Saltillo, NL, no México, tiveram a má sorte de perder seus celulares nas mãos de um malandro tremendo, mas inteligente.

Um homem posou como professor no campus e entrou na sala de aula para fazer um teste de inglês, então pediu a todos que colocassem seus telefones em um recipiente que ele mesmo carregava. Aparentemente apenas 3 alunos caíram no jogo e deram a ele seus dispositivos.

celular

O rufião, depois de atingir seu objetivo, saiu da sala dizendo que iria para os testes, mas nunca retornou.

Alguns trabalhadores da limpeza disseram que viram o cara sair, claramente com celulares na mão.

Universidade de Saltillo

Segundo depoimentos dos afetados, o homem tinha uma pele clara, uma altura de aproximadamente 1,75 metros e idade entre 30 e 35 anos. O responsável pela administração do estabelecimento, Francisco Javier, informou a polícia que o evento ocorreu entre as 11:00 e as 11:30 horas, na última quinta-feira.

Felizmente, os estudantes, com a ajuda do representante legal da Universidade, apresentaram queixa junto à Procuradoria do Estado, para a qual agentes da Polícia Estadual já estão seguindo os passos do ladrão.

Ladrão finge ser professor; 'Aplica prova', pede aos alunos seus smartphones e os rouba

Então lembre-se: não confie em professores desconhecidos!