Minilua

O lado negro de Harry Potter

O sucesso de Harry Potter é algo incontestável, em menos de duas décadas a obra de J.K. Rowling entrou para o hall dos maiores sucessos da historia da literatura, vendendo tanto, que as aventuras do jovem bruxo acabaram dando origem a gigantes produções cinematográficas, bem como jogos e tantos outros inúmeros produtos.

Contudo, algo que obteve um sucesso tão aterrador poderia ser uma mera obra do acaso? No post de hoje, o Minilua traz não uma, mas quatro grandes teorias por trás dos bastidores de Harry Potter!

O que você verá a seguir é uma creepypasta, ou seja, lendas urbanas moderna difundidas pela internet, por fóruns, e-mails e redes sociais. Normalmente podem ser fictícias, sem provas ou fontes confiáveis, mas… e se forem reais?

 

Em forma de vídeo:

 

 

 

 

Em forma de texto:

 

1º Teoria – J. K. Rowling não escreveu os livros do Harry Potter

De acordo com a cineasta Nina Grünfeld, J. K. Rowling  não escreveu os livros da saga Harry Potter, ela sequer existe.

Segundo essa teoria, os livros foram escritos por uma equipe de ghost writers, ou seja, um grupo de escritores especializados que não recebem créditos pela autoria, onde Rowling seria meramente uma atriz contratada para cumprir seu papel como autora dos livros, dando um aspecto mais pessoal para eles, fortalecendo as vendas e conquistando a simpatia das pessoas.

 …mas pode uma pessoa ser tão produtiva e comercialmente bem sucedida numa indústria onde nada é coincidência? É possível uma pessoa escrever seis livros densos que são traduzidos para 55 línguas e que vendem 250 milhões de cópias em menos de 10 anos? É provável que então as histórias sejam filmadas e exploradas comercialmente num grau já conhecido sem uma estratégia bem planejada ou jogadores altamente profissionais por trás delas? É possível que J.K. Rowling exista? Bem, quem eles pensam que enganam? Não a mim.

(Nina Grünfeld)

 

Para se ter uma ideia, tem até um episódio do famoso seriado Os Simpsons, em que o enredo é totalmente voltado para essa temática.

Na história em questão, Homer e outros populares de Springfield se mobilizam para escrever um livro de fantasia sobre trolls adolescentes, envolvendo um mundo de magia e fantasia.

Não bastasse essa gritante referencia, os personagens acabam escolhendo Lisa para receber os créditos pela autoria, pois sua aparência jovem e inocente refletiria no sucesso das vendas, isso sem falar que durante o capitulo, a filha de Homer ainda descobre que uma das suas autoras favoritas, T.R. Francis, é uma farsa! Coincidência?!

Para quem ficou curioso, o episódio se chama, A Farsa do Livro, ele é o sexto episódio da 23ª temporada.

 

2º Teoria – Incentivo à Bruxaria e ao Satanismo

Logo quando alguém alcança um sucesso repentino, conquista fama e dinheiro, a primeira coisa que surge na cabeça de muitas pessoas é que ela fez pacto com o diabo, só pode!

Segunda essa teoria, disseminada por alguns grupos religiosos, todas as aventuras de Harry Potter não passam de um plano muito bem arquitetado para levar as crianças à prática da bruxaria e do satanismo. Pode até parecer bizarro para você, mas tem muita gente que acredita veementemente nisso.

Se você conhece bem a história de Harry Potter, certamente irá lembrar de que no mundo real, ele não passava de um órfão criado e muitas vezes maltratado pelos tios, até descobrir que não era um garoto qualquer, e sim um bruxo que viria a aprender muito na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts.

A questão é que de acordo com os livros de J.K. Rowling, aqueles que não tem acesso ao mundo dos bruxos são conhecidos como “ trouxas”, enquanto que o mundo da feitiçaria apresenta opções muito mais divertidas e interessantes, diferentemente do mundo “real”.

Qual criança normal iria querer continuar a viver em tal existência não-mágica quando pode fugir para o mundo mais interessante da feitiçaria?

As atividades em Hogwarts são apresentadas de uma tal maneira que, mesmo que estejam mostrando maldições ou experiências extra-sensoriais, não têm consequências espirituais. Embora a Bíblia condene qualquer pessoa que pratique esse tipo de atividades, Harry Potter e seus amigos sistematicamente aprendem todos os caminhos de um verdadeiro satanista sem sofrer nenhuma consequência. É esse tipo de mensagem que você quer que seu filho receba dos livros da série Harry Potter?

(David Bay, diretor da igreja evangélica americana The Cutting Edge)

 

3º Teoria – A ONU e Uma Nova Ordem Mundial

Se você é fãs das famosas Teorias da Conspiração com certeza já ouviu falar no termo. De acordo com essa teoria, todo o incentivo pagão promovido pela obra de J.K Rowling é obra da ONU, em uma iniciativa de cunho social, politico e religioso.

A organização supostamente estaria por trás de todo o sucesso obtido pela autora, afim de instaurar a “Nova Ordem Mundial”, a qual é baseada em uma cultura pagã e comandada pelos Estados Unidos.

 

4º Teoria – Tudo não passou de um delírio de Harry

Assim como O Coma de Ash Ketchum, talvez tudo, toda a história dos livros e filmes, todo o Universo de Harry Potter não passou de um grande delírio de uma mente doentia.

Como sofria muitos abusos por parte de seus tios, o jovem Harry acabou criando essa realidade alternativa, repleta de aventuras e personagens incríveis, tudo isso para oprimir a triste realidade de sua vida, Difícil de acreditar?

O mais chocante e que pode destruir a sua infância, é que a própria autora fala abertamente sobre isso, considerado o fato como uma real possibilidade

Em uma entrevista com  a participação Steve Kloves (roteirista dos filmes), os dois discutem sobre algumas cenas que foram deletadas do roteiro original. O material faz parte do box Harry Potter Wizard Collection.

Confira o trecho da conversa transcrito e logo abaixo o vídeo:

 

 

Steve Kloves: Havia essa parte no roteiro, quando ele estava no armário debaixo da escada, inventei para ele uma aranha chamada Alastor, com quem ele conversava. E ele pegava soldadinhos quebrados da lixeira e os alinhava na prateleira. Esse exército quebrado que Duda jogou fora.

JK Rowling: Era uma imagem tão excelente, o exército quebrado.

Steve Kloves: E ele costumava conversar com eles e a questão é que ele parecia ligeiramente louco quando escrevi o primeiro rascunho. Quando Hagrid aparecia, você achava que ele havia saído de sua imaginação por um segundo. Ele havia convocado esse cara.

JK Rowling: Acho que esta questão é fabulosa e que conversa com perfeição com a verdade dos livros, porque me sugeriram isso mais de uma vez, que Harry enlouqueceu no armário debaixo da escada e que tudo que aconteceu subsequentemente foi algum tipo de vida fantasiosa que ele desenvolveu para se salvar.

Steve Kloves: E aí é de onde veio. Veio do livro. Quando você lê o livro, você percebe muito bem que ele é um garoto torturado.

JK Rowling: Totalmente. Claro que ele é sim.

Steve Kloves: E, então, há escuridão lá, então é algo fácil de acreditar.

 

 

Conforme muitos pedidos, disponibilizei a matéria nos dois formatos, peço que assista o vídeo e também leia o texto, e nos dê a sua opinião sobre os dois formatos!

 

Gostou do retorno do Lado Negro? Então não esqueça de curtir o post logo abaixo!

Faça parte do nosso grupo no Facebook: https://www.facebook.com/groups/minilua/

E se inscreva em nosso canal no Youtube clicando na imagem abaixo!