O Lado Negro: Baby Laugh-A-Lot

01

O que você lerá a seguir é uma creepypasta, que são lendas modernas difundidas pela internet, por fóruns, e-mails e redes sociais. Normalmente podem ser fictícias, sem provas ou fontes confiáveis, ficando assim apenas como um conto de terror, mas… e se forem reais?

Hoje falaremos sobre o curioso caso da linha de assustadoras bonecas Baby Laugh a-lot comercializadas no final da década de 70.

Para ampliarmos a sensação de suspense inserimos uma trilha para ser tocada acompanhado a leitura. (Não sejam covardes)

Baby Laugh a Lot

A marca REMCO tinha lançado um sucesso. Seus brinquedos eram desejados por meninos e meninas menores de 8 anos. Não é minha intenção difamar a marca ou seus brinquedos… Só quero contar minha história.

Era o ano de 1978, uma nova boneca havia saído no mercado com o nome de “Baby Laugh a-lot”. Sua principal função era produzir risadas quando apertavam o botão em seu peito. Enquanto ria, se mexia em sua cadeira e não parava de rir.

03Nesse ano era uma novidade ver uma boneca fazer esse tipo de ação tão natural. Eu era uma menina cheia de caprichos e quando vi o comercial, corri até minha mãe para pedir que me comprasse ela, contudo, sempre vivemos na humildade.

Agora me sinto agradecida por não ter tido tanto dinheiro…

Muitas amigas minhas me contaram que seus pais lhes comprariam a boneca, eu as olhava com inveja enquanto fingia alegria por elas.

E assim foi, minhas amigas conseguiram a boneca e chegaram a me mostrar ainda em suas caixas, as pedi que brincássemos com ela, mas se mostraram egoístas e negaram meu pedido.
O que aconteceu a seguir não me lembro com clareza… Eu era só uma menina e não posso explicar tudo o que aconteceu… mas sei que foi na tarde de 14 de março.

Notei que o comercial da boneca não era mais transmitido na televisão.

Emma, uma de minhas amigas, ficou gravemente doente, minha mãe me disse que era gripe, mas pela janela do meu quarto vi chegar vários carros e homens vestidos com grandes jalecos. Eu sabia que não era uma simples gripe, mas ninguém queria me contar a verdade.

Pouco depois soube que ela tinha caído em um transe esquizofrênico onde não podia deixar de rir histericamente, seus pais estavam aterrorizados, totalmente desesperados para encontrar uma explicação. Mas a situação começou a piorar, Emma expelia sangue de seu nariz e ouvidos.

Tive a oportunidade de visitá-la e fiquei surpresa com o que vi… Estava quase morta! Não parecia uma menina de 10 anos, era uma pequena anciã presa a todo o tipo de equipamento médico!
Olhei seu quarto e encontrei a boneca em sua mesa de cabeceira, parecia que ela a observava atentamente… Observava seus delírios e risos súbitos que Emma sofria. Uma semana depois, vi chegar um grande carro preto na casa de Emma, minha mãe disse que ela não voltaria de viagem.

02Depois foi Rose, começou com os delírios, gritava a noite que a boneca queria levá-la, depois começou a rir batendo sua cabeça contra a parede, deixando manchas de sangue impossíveis de limpar. Também pude visitá-la, seu rosto estava cicatrizando e mesmo que seus pais tenham pintado a parede, ainda podiam ver as fracas manchas de sangue. E, da mesma forma, senti o olhar da boneca.

Não soube mais de Rose, sua mãe a levou para a casa de seus avós, sei que encontrou o mesmo final que Emma. Mas antes de ir, deixou a boneca na porta da minha casa, minha mãe a pegou e a guardou em cima do guarda-roupas do meu quarto.

Durante a noite escutei o som de madeira oca e pude ver que a boneca se mexia em sua cadeira. Pulei da minha cama e de susto cai pelas escadas, terminei em um hospital por fraturas no braço esquerdo e feridas leves em meu pescoço. Eu gritei a minha mãe que não queria a boneca, mandei que a queimasse mas ela se negou. Ao chegar em minha casa, peguei o álcool etílico e o acendedor da cozinha, chutei a boneca, a cobri totalmente e a vi queimando diante de mim. Eu podia escutá-la rindo enquanto seu rosto chamuscava pouco a pouco… Não deixei de escutar essa risada por 4 longos anos, 4 anos de terapia psicológica.

Aí está o vídeo do comercial (realmente me dá medo quando escuto a risada…)




Se quiser me adicionar no Face: http://www.facebook.com/adrianosaadehminilua

Receba mais em seu e-mail
Topo