Jovem acreano desaparecido teria se baseado no “Manual do Escoteiro Mirim”

O Brasil inteiro já está sabendo a história do jovem acreano Bruno Borges, que desapareceu no dia 27 de março e deixou 14 manuscritos criptografados. O seu quarto também é uma incógnita para todos, nele foi encontrado uma estátua do teólogo italiano Giordano Bruno, avaliada em R$ 7 mil, e chão, paredes e teto cobertos dos manuscritos criptografados do jovem de 24 anos.

Junto com os 14 livros manuscritos, o jovem deixou uma chave que poderá servir de guia para decifrar os textos criptografados. A semelhança dos manuscritos com o “Código Secreto Marciano”, publicado no livro infantil “O Manual do Escoteiro Mirim”, está chamando a atenção de muita gente pela internet.

“O Manual do Escoteiro Mirim” é um livro infantil lançado pela editora Abril em 1971 e relançado recentemente em 2016. Nele, os sobrinhos do Pato Donald dá dicas sobre acampamentos e convivência ao ar livre. Depois de descoberta essa possível inspiração, o livro já é um dos mais vendidos na Amazon.

A história do acreano ainda é um mistério, a polícia acredita que Bruno saiu de casa voluntariamente, e que em depoimento, amigos revelaram que o jovem já havia manifestado o interesse de se isolar durante um tempo.

Receba mais em seu e-mail
Carregar mais
Topo
<-- /home/minilua/public_html/wp-content/cache/static/https/minilua.com/jovem-acreano-desaparecido-teria-se-baseado-no-manual-do-escoteiro-mirim/index.html //-->