Josep Maria Bartomeu fará demandas a Lionel Messi em conversas cara a cara

ANÚNCIO

O presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, deve pedir a Lionel Messi que os dois se defrontem pela primeira vez desde que Messi tentou deixar o clube.

O argentino comprometeu seu futuro com o time da Liga depois de chocar o mundo do futebol com um burofax que expressa seu desejo de deixar o clube.

ANÚNCIO

Em uma entrevista explosiva, ele atacou o presidente do Camp Nou por sua gestão das negociações sobre o futuro do jogador de 31 anos.

Mas o canal espanhol Deportes Cuatro informou que o capitão do Barça terá que fazer um grande sacrifício.

Corte salarial

Messi será convidado pelo presidente do clube a ter um corte salarial, levando os jogadores nesta ação como capitão do clube.

ANÚNCIO

Isso se deve ao impacto da Covid-19 nas contas dos gigantes da La Liga, relatando perdas de € 98 milhões [£ 90,4 milhões] .

Enquanto 72 milhões de euros [66,4 milhões de libras] foram recuperados na venda de Arthur Melo para a Juventus, o Barça ainda precisa reduzir seu pacote salarial semanal e vai pedir ao atacante para liderar o seu time na redução de salário.

Mas haverá tensão entre Messi e o chefe, pois é o primeiro encontro cara a cara entre eles desde o drama de transferência do atacante neste verão.

Lionel Messi terá uma demanda feita por Josep Maria Bartomeu, presidente do Barcelona, ​​em conversas cara a cara
Foto: (reprodução/internet)

O argentino agora jogará em sua 17ª campanha sênior pelo Barça, procurando ganhar a primeira honra do clube na Liga dos Campeões em cinco anos – poucas semanas após a derrota humilhante por 8-2 para o Bayern de Munique.

Messi explicou que seu desejo de deixar o Camp Nou começou muito antes da derrota europeia.

Ele disse ao Goal:”Disse ao clube, especialmente ao presidente, que queria ir. Tenho dito a ele o ano todo. Ele acreditava que era hora de se afastar.”

Clube precisa de jovens

Eu acreditava que o clube precisava de mais jovens, gente nova e pensei que meu tempo no Barcelona havia acabado, sentindo muito porque sempre disse que queria terminar minha carreira aqui.”

“Foi um ano muito difícil, sofri muito nos treinos, nos jogos e no vestiário. Tudo ficou muito difícil para mim e chegou um momento em que pensei em buscar novos objetivos, novos ares.”

Não veio por causa do resultado da Champions League contra o Bayern, a decisão que eu vinha pensando há muito tempo. Eu disse ao presidente e bem, o presidente sempre disse que no final da temporada eu poderia decidir se queria ir ou se eu quisesse ficar e no final ele não cumpriu a palavra.”

As finanças dos gigantes da La Liga foram afetadas pela Covid-19, o que significa que Messi será convidado a liderar sua equipe na redução de salários
Foto: (reprodução/internet)

Leia também: Suspensão de Lionel Messi revertida após alegação de “corrupção” da estrela furiosa

“Agora vou continuar no clube porque o presidente me disse que a única forma de sair era pagando a cláusula dos 700 milhões, que isso é impossível, e depois havia outra forma era ir a julgamento.”

“Nunca iria a julgamento contra o Barça porque é o clube que amo, que me deu tudo desde que cheguei, é o clube da minha vida, fiz a minha vida aqui”.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua

Fonte: Mirror

ANÚNCIO