JOGADORES BRASILEIROS NO CINEMA

O esporte mais praticado do país nos deu uma infinidade de profissionais talentosos e alguns deles já extrapolaram o sucesso dentro das quatro linhas, e é por isso que falaremos neste post sobre os jogadores brasileiros no cinema. Nenhum tinha grandes pretensões frente às câmeras, mas protagonizaram cenas engraçadíssimas e que ficarão para sempre em nossas mentes.

Foi o caso de Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, que mesmo antes de se aposentar do futebol participou de O Barão Otelo no Barato dos Bilhões (1971), protagonizado por Grande Otelo e dirigido por Miguel Borges – vale lembrar que seu personagem tinha o nome de Dr. Arantes – e A Marcha  (1972). Entretanto, seus três projetos mais conhecidos são Os Trombadinhas  (1979), onde ganha um diálogo engraçadíssimo e Os Trapalhões e o Rei do Futebol (1986). Ainda participou da produção gringa Fuga para a Vitória (1981) com Stallone, Michael Caine e Max von Sydow.

Jogadores de Futebol no Cinema Nacional

No grotesco Onda Nova (1983), dirigido por José Antônio Garcia, a pornochanchada estava em seu auge e Casagrande e Wladimir, dois ídolos da torcida do Corinthians, mostraram seus dotes artísticos. Por fim, Casão discutiu com os produtores, deixou a produção antes de suas filmagens terminarem e um sósia teve que substituí-lo.

O ídolo da nação rubro-negra Zico, passou vergonha na comédia juvenil Uma Aventura do Zico (1998) – Paulo Gorgulho e Thierry Figueira também estão no elenco dessa tosqueira sem tamanho. Fico me perguntando qual foi o produtor que leu o roteiro, gostou e investiu dinheiro nisso.

Jogadores de Futebol no Cinema Nacional

Clique em “Próximo” para ler o restante do conteúdo da postagem.