Jared Leto tentou ‘matar’ o filme do Coringa de Todd Phillips

ANÚNCIO

ANÚNCIO

Quando começaram a surgir relatos de que o tempo de Jared Leto como Coringa havia terminado, após o sucesso de bilheteria da virada sombria de Joaquin Phoenix no papel icônico, surgiu uma nova história em que a estrela de “Esquadrão Suicida” tentou fazer o filme de Todd Phillips não saísse do papel.

Enquanto sites observam que uma fonte no campo de Leto negou a veracidade da história, emissoras, no entanto, relatam que suas fontes dizem que Leto estava tão chateado com um filme solo do “Coringa” que não o estrelou, que ele pediu ao seu acessor Irving Azoff, que ligasse para a Warner Bros para ‘matar’ o filme.

Jared Leto tentou 'matar' o filme do Coringa de Todd Phillips

Azoff supostamente não seguiu esse pedido. O ator vencedor do Oscar ficou supostamente chateado porque sentiu que havia recebido promessas de seu próprio filme independente para o vilão do Batman, após sua vez como Coringa no filme “Esquadrão Suicida” de 2016. Se isso fosse verdade, é possível que o estúdio não tenha gostado da ideia depois que o filme foi mal recebido pelos fãs, com a inesperada visão tatuada de Leto sobre o Coringa, sendo um dos principais pontos negativos.

Observamos ainda a ironia do fato de que a Warner Bros. também não parecia ter muita confiança em “Coringa” , já que eles deram à Philips um orçamento minúsculo, esperando que seu filme fosse apenas um pontinho nas bilheterias.

Jared Leto tentou 'matar' o filme do Coringa de Todd PhillipsO desempenho de Leto e as palhaçadas no set podem ter prejudicado suas chances naquele filme solo. O diretor de “Esquadrão Suicida”, David Ayer, não estava feliz com os resultados finais, e é por isso que grande parte do coringa de Leto acabou no chão da sala de corte, enquanto seu comportamento no personagem no set provou ser desanimador.

Leto ainda está trabalhando confortavelmente com a Warner Bros, atualmente filmando “Little Things”, de John Lee Hancock, e já conseguiu seu próximo show de super-heróis, depois de se inscrever para interpretar Morbius, o Vampiro Vivo no universo em expansão “Venom” da Sony, que pode ou não incluir o Homem-Aranha algum dia.