Japonês arremata virgindade de catarinense por mais de R$ 1,5 milhão

2611671-8942-rec

Um dos assuntos que mais deu o que falar nos últimos tempos, o leilão da virgindade da Catarinense Catarina Migliorini” finalmente chegou ao fim.

O vencedor do leilão, “com um lance de US$ 780 mil, cerca de R$ 1,5 milhão, foi um japonês chamado de Natsu”. O lance que alcançou o “segundo lugar foi o de um americano, no valor de US$ 740 mil e em terceiro lugar o lance de um indiano, no valor de US$ 730 mil”.

De acordo com site, houveram lances de diversos países porém nenhum havia “ultrapassado o valor de US$ 1 milhão”.

“Eu não tinha preferência por ninguém, porque é apenas um negócio. Esse é um bom valor e eu estou feliz”. Ao comentar sobre as regras estipulada no leilão, Catarina resslatou: “Ele não pode me beijar, não pode realizar nenhuma fantasia nem fetiche, nem usar nenhum brinquedo. O ato também não vai ser filmado”.

Catarina deve ficar com o “valor do lance vencedor, além dos R$ 40 mil que recebeu quando assinou o contrato para participar do projeto de documentário do diretor australiano Justin Sisely”. A primeira relação de Catarina deve ocorrer em 04 de novembro, em New South Wales, Austrália.

O pagamento deve ser realizado no prazo de uma semana, junto ao “atestado de antecedentes criminais e exames médicos”.

“Foi tudo de acordo com nossas expectativas. Agora, vamos dedicar tempo à gravação das entrevistas com os vencedores e à promoção do encontro entre eles e os virgens”, comentou Sisely.

Adaptado de terra

Receba mais em seu e-mail
Topo