James Gunn é recontratado e vai liderar os Guardiões da Galáxia 3; não há ninguém melhor para fazer isso

Depois de ser demitido por alguns tweets antigos em que ele falou sobre a pedofilia, estupro e os eventos de 11 de setembro nas torres gêmeas, que foram considerados ofensivos, parece que a Disney deixou de lado a punição de James Gunn, que retorna para liderar a terceira parcela dos Guardiões da Galáxia.

James Gunn

Aparentemente, a Disney aceitou o pedido de desculpas público do diretor por esses tweets, e bem, ele já havia escrito os roteiros dos dois primeiros filmes, além de dirigi-los, e ele já estava trabalhando na trama do terceiro, então não tem ninguém melhor que ele para terminar esse projeto.

Além do pedido de desculpas, os diretores da Disney e Marvel Studios gostava da maneira como ele lidou com toda a controvérsia além de que nenhuma evidência surgiu que Gunn participou nas questões relacionadas que falou Twitter, faz quase 10 anos, mas eles eram simplesmente comentários, sim, bastante infelizes.

James Gunn

De acordo com alguns meios de comunicação, por alguns meses tinha sido discutida a volta para Gunn, mas tinham mantido em segredo para não desviar a atenção da estreia de Capitã Marvel, e dar maior impulso à Vingadores: Ultimato.

Clique em “Próximo” para ler o restante do conteúdo da postagem.