Investigação é iniciada após o aparecimento de “macaco nazista” em circo russo

Os promotores na Rússia lançaram uma investigação sobre uma apresentação de circo com um macaco em uniforme nazista e uma cabra desfilando em suásticas.

O show bizarro foi encomendado pela Igreja Ortodoxa Russa e foi capturado em vídeo.

A apresentação, assistida por crianças, mostrou os animais sendo controlados por treinadores vestidos com uniformes soviéticos.

Destaque da vitória sobre Hitler

A lei russa normalmente proíbe a exibição de símbolos nazistas, mas no ano passado Vladimir Putin assinou uma isenção quando eles são mostrados de forma negativa.

A apresentação foi no Circo Estadual de Udmurtia, em Izhevsk, uma cidade famosa por ser a sede da fábrica de armas Kalashnikov.

Investigação é iniciada após o aparecimento de "macaco nazista" em circo russo
Foto: (reprodução/internet)

A polícia e os promotores estão investigando o show, que coincidiu com as celebrações do Natal ortodoxo russo na semana passada.

Em resposta, a Igreja disse que o programa destacava a vitória soviética sobre Hitler.

Um porta-voz disse: “O desempenho de treinadores vestindo uniformes militares soviéticos com animais carregando símbolos nazistas foi usado como uma imagem não apenas da vitória sobre o fascismo.”

Acrescentando que a performance destacou ‘a condenação mundial dos ideais da Alemanha nazista’.

Investigação é iniciada após o aparecimento de "macaco nazista" em circo russo
Foto: (reprodução/internet)

“É preciso entender que uma característica especial da arte circense é o entretenimento, e não há nada de surpreendente no fato de que as imagens usadas nela têm um caráter irônico e às vezes até grotesco”.

Leia também: Russos descobrem base secreta nazista em ilha no Ártico

Igreja e circo afirmam que não cometeram nenhum crime

O show retratou uma virada crucial na batalha para salvar Moscou dos nazistas em janeiro de 1942, de acordo com a mídia local.

O circo disse que o show foi encomendado pela igreja e “treinadores na forma de soldados do Exército Vermelho perseguem animais treinados usando símbolos nazistas”.

Tanto a igreja quanto o circo afirmam não ter cometido nenhum crime porque os símbolos nazistas não são usados ​​para propaganda.

Investigação é iniciada após o aparecimento de "macaco nazista" em circo russo
Foto: (reprodução/internet)

Rashid Khusnutdinov, presidente da câmara pública de Udmurtia, disse: “A natureza antinatural e misantrópica do nazismo não deve de forma alguma ser abafada.”

“Para esses fins, a lei permite o uso de símbolos nazistas.”

“Por exemplo, vemos isso em vários filmes soviéticos maravilhosos sobre a Grande Guerra Patriótica (Segunda Mundo).”

Os promotores ainda não comentaram sobre a investigação.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua

Fontes: Mail Online e LadBible