A incrível evolução dos videogames #5

No post passado da série nós contamos a história da Nintendo, uma empresa que começou vendendo cartas de papel em 1889 e chegou a ser a maior empresa de videogames do mundo, reinando soberana do fim dos anos 80 até meados do anos 90, onde enfim encontrou um adversário a altura:

PlayStation_logo_thumb

Antes de conhecermos a história do Playstation, nós temos que conhecer um pouco da história da Sony, empresa que foi fundada em 1946 por Masaru Ibuka e Akio Morita, sendo ela a pioneira na fabricação de fitas cassete em território japonês.

sony-logo

A Sony também foi a primeira empresa no Japão a vender rádios com transistor e graças ao enorme sucesso desse produto, ela investiu na produção de um rádio portátil, criando assim o Walkman. O sucesso foi tão grande que, a partir daquele momento, a empresa começou um crescimento vertiginoso, adquirindo o título de maior empresa de eletrônicos e entretenimento do mundo.

Já em 1994 a Sony criou outro enorme sucesso de vendas: o PlayStation. 989898

O projeto PlayStation se iniciou em 1990, quando a Nintendo contratou a Sony para que fizesse um leitor de CD’s para o Super Nintendo, porém, devido a alguns desentendimentos, as duas empresas cancelaram o negócio. (Esse talvez tenha sido o maior erro que a Nintendo já cometeu em sua história).

Como o projeto estava quase completo, a Sony decidiu lança-lo na forma de um console independente.

FFVII No dia 3 de dezembro de 1994 surgia o novo dono do mundo dos games, tão grande foi seu sucesso que nem mesmo a poderosa Nintendo conseguiu lutar contra ele.

O PlayStation popularizou os jogos baseados em gráficos 3D, pois ele possuía uma grande capacidade de armazenamento, muito superior ao seu maior concorrente, o Nintendo 64.

Junto com ele surgiram alguns dos maiores games da história, tais como: Final Fantasy (destaque especial para o 7), a série Resident Evil, o memorável Wining Eleven, Gran Turismo, Tekken, Crash (que foi o jogo mais vendido da história desse console) e muitos outros.




Relembre alguns desses clássicos:













719E5QN7MZLOutro grande trunfo do PS1 foi o Memory Card, que permitia salvar o jogo e continuar do ponto em que havia parado. Claro que outros consoles mais antigos possuíam esse processo, porém era muito falho e em alguns jogos essa opção não existia.

O declínio desse potente console se iniciou em 2000, quando a Sony lançou uma versão menor dele, chamada de PSone. Nesse mesmo ano a Sony lançou o PlayStation 2, outro sucesso imbatível, dessa forma a empresa continuou ditando as regras no mercado de games.1

Em 2006 o PlayStation 1 teve sue fim decretado, quando a Sony parou de produzi-lo.

Uma coisa que ainda sobrevive desse ícone é o controle, utilizado até hoje nos consoles da Sony, sendo considerado por muitos o melhor e mais versátil joystick já inventado.

O PlayStation 1 vendeu incríveis 100 milhões de unidades, sendo superado apenas por seu irmão mais velho.

No próximo post da série contaremos a história dos dois consoles que viveram a sombra dele, o Nintendo 64 e o DreamCast.

647px-nintendo_64_logosvg




Dreamcast 1024 X 768

Receba mais em seu e-mail
Topo