Minilua

Incríveis fatos sobre o WhatsApp

Desde a morte do lendário MSN, as pessoas buscavam por uma plataforma universal de comunicação. E como a bola da vez é o celular, nada mais normal do que ele tomar o lugar de principal plataforma de comunicação e receber o programa de mensagens do povo. Por isso, o WhatsApp ganhou espaço e se tornou um dos principais aplicativos para smartphone do mundo:

Fundação

O WhatsApp é uma empresa relativamente nova, com apenas seis anos de vida. Ela foi criada por Jan Koum e Brian Action, ambos americano. Os dois, que trabalharam até 2007 no Yahoo, tentaram uma vaga de emprego no Twitter e depois no Facebook, porém não foram contratados.

Notando que o mercado de aplicativos cresceria muito e que havia falta de um bom mensageiro, eles iniciaram o projeto chamado WhatsApp, que lembra “What’s up?”, uma espécie de “E aí?” em inglês. No dia 24 de fevereiro de 2009, a empresa foi aberta e, em novembro daquele ano, o aplicativo foi lançado para iPhone.

Dinheiro

O WhatsApp sempre teve como política não utilizar anúncios, não cobrar pelo aplicativo e não usar spam. Por isso, a empresa jamais lucrou se quer um centavo com propaganda, a principal fonte de lucro de empresas que usam a Web. Mesmo assim, o aplicativo cobrava 1 dólar por ano, após o primeiro ano em diversos países. Durante os primeiros anos de empresa, isso foi mais do que o bastante para manter os negócios, porém em 2014 que as coisas mudaram.

Após recusarem uma oferta de 10 bilhões do Google, os donos do WhatsApp aceitaram a obscena proposta do Facebook, que comprou o aplicativo por 19 bilhões de dólares. Dessa maneira, a empresa de Mark, além de ter a principal rede social do mundo, passou a dominar a principal forma de comunicação moderna, tendo informações de todos nós a sua disposição.

A verdade é que o preço pago pelo WhatsApp não teve nada a ver com o aplicativo, o alvo da rede social era o público do aplicativo. O Facebook vive de vender anúncios, que são colocadas em sua timeline levando em conta o que você posta, visita e conversa com os amigos. Dessa maneira, eles compraram o WhatsApp para ter ainda mais acesso à sua vida e vender anúncios ainda mais certeiros. Isso explica os 19 bilhões, que foi um investimento enorme, mas que gera muito frutos.

Números grandes

Em janeiro de 2015, o WhatsApp contabilizava em média 30 bilhões de mensagens por dia, além de 200 milhões de mensagens de voz! Em abril do mesmo ano, o app computou 800 milhões de usuários, sendo que esse número aumenta em 1 milhão ao dia. Cada uma dessas pessoas gasta, em média, 195 minutos dentro do aplicativo por semana. Tudo isso é mantido por uma equipe de apenas 55 pessoas.

Todas essas mensagens causaram um efeito colateral gigantesco, que repercutiu no mercado de telefonia móvel mundial. Com o aplicativo, as pessoas passaram a usar menos mensagens SMS e ligações, por isso, em todo o planeta, as empresas de telefonia devem perder, entre 2012 e 2018, algo em torno de 386 bilhões de dólares.