Minilua

Incríveis fatos sobre Hitler #2

Hitler é uma das figuras históricas mais famosas de todos os tempos. Ele foi o último grande vilão do mundo e sua história desperta desprezo e admiração:

Bigode

Hitler é mundialmente conhecido por matar judeus e ter um bigode estranho. Todo esse estilo de cabelo facial não é algo original do chefe nazista e tem uma origem surpreendente.

No final do século 19, os EUA estavam vendo surgir uma nova moda em bigodes. Muitos homens, em todo o país, resolveram cortar as pontas do bigode e deixá-lo apenas embaixo do nariz. Foi aí surgiu o bigode “escova de dente”.

Depois, o novo estilo acabou migrando para Europa e foi adotado por muitos alemães. Tanto que Charles Chaplin, muito antes de Hitler aparecer para o mundo, já usava esse corte. Segundo o gênio do cinema mudo, esse bigode parecia engraçado e ao mesmo tempo ele não era grande o bastante para cobrir sua expressão facial, sendo perfeito para o comediante. Em 1907, o bigode escova de dente ficou ainda mais famoso quando Hans Koeppen, piloto alemão que participou da primeira corrida de carros ao redor do mundo, adotou aquele estilo.

Registros fotográficos mostram que Hitler, ainda na Primeira Guerra Mundial, já usava seu famoso bigode. Segundo alguns, ele fazia isso na tentativa de “diminuir” o tamanho do seu nariz. Durante a Segunda Guerra Mundial e, após ela, a utilização desse bigode acabou sendo colocada de lado, principalmente pelo fato de Hitler e o bigode “escova de dente” terem se tornado símbolos de todo o mal nazista.

Fã da Disney

Hitler nunca gostou muito dos EUA, mas secretamente ele guardava uma grande paixão pela Disney, principalmente pelo filme “A Branca de Neve e os Sete Anões”.

Os avós de Hitler viveram durante toda sua vida em uma pequena casa no interior alemão. Por isso, quando um quadro retratando a tal casa foi encontrado com a assinatura de Hitler, a obra não chamou muita atenção. Mesmo assim, um colecionador resolveu comprar a peça e teve uma enorme surpresa quando resolveu mudar a moldura. Ele encontrou diversas gravuras entre a tela e o papel no fundo do quadro. As imagens, todas assinadas com “A.H.”, mostravam alguns do sete anões e um desenho do Pinóquio.

Após a descoberta inusitada, o colecionador pesquisou mais a fundo a vida do líder nazista e descobriu que Hitler era um grande fã da Branca de Neve, principalmente pelo fato da história ter sido baseada em um conto alemão. Acredita-se que os quadros tenham sido feitos antes da Segunda Guerra Mundial e que foram uma espécie de desafio que Hitler fez a si mesmo, tentando mostrar que ele poderia fazer desenhos tão bons quanto os desenhistas da Disney.