Os mais incríveis cemitérios do mundo #2




A ideia de cemitério sempre nos remete a pessoas, mas existem outros tipos de lugares como esse, onde descansam máquinas e diversos objetos que não são mais úteis:




Cemitério de motos

15678_33836626650a52d3564264

Em 1970, um homem chamado Kohl comprou um grande armazém em Lockport, New York, onde pretendia guardar sua coleção de motos. Ele era um vendedor de motocicletas com diversas lojas e também importava esses produtos do Japão, em uma época na qual elas eram extremamente baratas. Infelizmente sua empresa faliu e o prédio gigante ficou abarrotado de motos por muitos anos, até que um tal de Frank comprou o local, junto com o conteúdo.




Com impostos atrasados e o prédio caindo aos pedaços, Frank tentou iniciar o negócio, mas o preço de uma reforma para tornar o local seguro seria cara demais. Em pouco tempo, as autoridades condenaram o armazém e ele foi fechado.

Em 2010, a prefeitura local retirou todas as sucatas de motos, que a essa altura estavam quase inutilizadas, e enviou para o ferro velho. Enquanto isso, Frank iniciava um processo para recuperar o conteúdo do prédio, mas como haviam muitos impostos devidos, ele provavelmente nunca vai ver a cor do dinheiro.

As imagens vazadas do local tornaram-se famosas, principalmente para os fãs de motos clássicas, que visitaram o armazém em busca de peças de motos antigas antes do fechamento total. Hoje em dia, esse cemitério não existe mais, porém a imagens do local mostram um cenário impressionante:

163




large room




GY_07




motorcycle-graveyard-1




motorcycle-graveyard-3




Arizona Boneyard

Galaxy-Bones

Localizado no estado americano do Arizona, esse cemitério de aviões é um dos mais importantes de todo o mundo, pois além de guardar naves que estão aposentadas, eles fazem manutenção, recuperação de peças e também vendem sucata para a criação de diversos itens.

No local existem mais 4400 aviões, desde militares até grandes jumbos comerciais. Todo estão divididos em 4 categorias, que vão de naves que ainda podem voar com alguma manutenção, até aeronaves que não possuem mais conserto, pois a vida útil de sua estrutura foi ultrapassada.

Muitos aviões militares guardados lá ainda possuem capacidade de voar em caso de necessidade extrema, como em uma guerra. Por isso, os EUA mantém todos naquele local seco, pois a falta de umidade faz com que o metal oxide mais devagar, preservando as aeronaves velhas, que podem ser usadas em uma guerra futura.

16640889




AMARC - End line for the Galaxies




amarc-p1010034




bobsairparktucsonoctober1994




flickr-2866949244-original




maxresdefault




mcdonnell-douglas-f-4-phantom-ii-at-309th-aerospace-maintenance-and-regeneration-group-amarg-davis-monthan-afb-tucson-az-2013-2_31684





Receba mais em seu e-mail
Topo