Identifique um psicopata pelo Twitter!

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Cornell, em NY, analisou o modo de escrever de psicopatas e comparou com a escrita de usuários voluntários chegando à conclusão de que pessoas com distúrbios psicossociais tendem a dar respostas grosseiras e rudes pelo Twitter, separando seus tweets e utilizando vários pontos, incluindo em suas conversas vocábulos como: ódio, nós, blah, uhum, quero dizer, entre outros.

Partindo do pressuposto de que a psicopatia tem como característica principal a adoção de um padrão, os indivíduos que apresentam esse distúrbio deixam escapar algumas “manias” em suas postagens.

Entretanto, os cientistas não afirmam a precisão do teste, pois, seriam necessários outros tipos de provas para um diagnóstico definitivo.

Nem todos os usuários que escrevem o tempo inteiro essas palavras são psicopatas e nem todo psicopata é um assassino manipulador, como nos filmes, mas é bom ficar atento aos possíveis psicopatas da Web.

Reaja! Comente!
Topo