Início Curiosidades

Homens desaparecidos resgatados da ilha deserta depois de escrever SOS na areia

Três marinheiros desaparecidos foram encontrados presos em uma pequena ilha no meio do Oceano Pacífico depois de fazer um enorme sinal de ‘SOS’ na areia.

O grupo estava tentando navegar entre os atóis Poluwat e Pulap, uma jornada de apenas 42 quilômetros, quando se perderam e ficaram sem combustível. Eles acabaram na ilha de Pikelot em 30 de julho, 90 quilômetros a oeste de onde deveriam estar.

No entanto, no domingo, a placa dos marinheiros foi identificada por aviões australianos e norte-americanos e os três homens foram salvos.

Segundo relatos, o HMAS Canberra seguiu para a ilha, com um helicóptero pousando na praia e levando comida e água para os homens.

Eles também realizaram exames de identidade e saúde, e diz-se que o grupo está bem.

Segundo relatos, a assistência da Força de Defesa Australiana havia sido solicitada pelo Centro de Resgate e Coordenação em Guam em 1º de agosto, depois que se soube que o grupo havia desaparecido.

O HMAS Canberra então se juntou à equipe de busca e, depois de se unir a uma aeronave americana com sede em Guam, conseguiu localizar os marinheiros desaparecidos.

Entende-se agora que um navio de patrulha da Micronésia, FSS Independence, está a caminho de pegar os homens e trazê-los para a segurança.

Falando sobre o dramático incidente, o comandante de Canberra, capitão Terry Morrison, elogiou a resposta da Força de Defesa Australiana.

Em um comunicado, o capitão Morrison disse: “A empresa do navio respondeu à chamada e preparou o navio rapidamente para apoiar a busca e salvamento.

“Em particular, nosso helicóptero MRH90 embarcado no esquadrão n ° 808 e os quatro helicópteros de reconhecimento armado do 1º Regimento de Aviação foram fundamentais na busca matinal que ajudaram a localizar os homens e entregar suprimentos e confirmar seu bem-estar.

“Estou orgulhoso da resposta e profissionalismo de todos a bordo, pois cumprimos nossa obrigação de contribuir para a segurança da vida no mar, onde quer que estejamos no mundo”.

Em 2018, três homens tiveram que ser resgatados de uma pequena ilha do Pacífico depois que o barco afundou durante uma viagem de rotina de três horas da ilha de Weno para Chuuk, na Micronésia.

Eles então tiveram que nadar três quilômetros até a costa no meio da noite antes de soletrar ‘HELP’ usando folhas de palmeira e apenas esperando para serem encontrados.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Ladbible