Homem morre após ser contido por policiais na pista quente por seis minutos

ANÚNCIO

Um homem morreu após ser contido por policiais em uma pista quente com temperatura de 38°C por seis minutos.

Ramon Timothy Lopez deixou de responder depois de ser preso por supostamente roubar uma bebida de uma loja em Phoenix, Arizona, EUA, em 4 de Agosto.

ANÚNCIO

Ele morreu em um hospital no mesmo dia e a causa da morte ainda está pendente com o médico legista.

Homem tentou fugir de policiais

Policiais compareceram ao local após receber relatos de um homem se comportando de forma suspeita, fazendo gestos obscenos e olhando para os carros das pessoas.

Uma filmagem da câmera mostra Lopez tentando fugir de policiais, e acredita-se que esteja jogando bebida neles, enquanto o perseguem pela estrada.

ANÚNCIO

Homem morre após ser contido por policiais na pista quente por seis minutos

Eventualmente, um oficial alcança Lopez e os dois caem no chão.

Outro oficial se junta a eles e eles seguram os braços e as pernas de Lopez enquanto o algema.

Os policiais que o prenderam acreditaram que seu braço pode ter se quebrado na luta, mas dizem que ele não demonstrou dor ou reação em seu rosto ao ouvir seus ossos estourarem, de acordo com o Arizona Republic.

Policiais os mantiveram por seis minutos no solo

Lopez foi mantido no solo por seis minutos em uma bateria de 38°C antes de ser levantado e levado para o veículo da polícia.

Um minuto depois da viagem, os policiais encontraram Lopez inconsciente e o tiraram do carro.

Um oficial diz: “Acorde amigo.”

Outro pergunta: “Você tem pulso?” Um oficial responde: “Sim. Ele está respirando.”

Rapaz já chegou no hospital morto

Lopez foi levado para um hospital, onde foi declarado morto.

A Sgt Mercedes Fortune, do Departamento de Polícia de Phoenix, disse: “Conclusões sobre se as ações dos policiais são consistentes com a política  do departamento e a lei não serão feitas até que todos os fatos sejam conhecidos e a investigação esteja concluída.”

Uma investigação interna pelo Departamento de Padrões Profissionais da Polícia de Phoenix está em andamento, juntamente com uma investigação criminal separada pela unidade de homicídios. Os resultados serão encaminhados ao Gabinete do Procurador do Condado de Maricopa para revisão.”

Traduzido e adaptado por equipe Minilua

Fonte: Mirror

ANÚNCIO