Homem austríaco multado em 500 euros por peidar deliberadamente em policiais

ANÚNCIO

Um homem na Áustria foi multado em 500 euros por peidar alto na direção geral dos policiais.

Sim, você leu corretamente. Ele peidou nos policiais e eles deram um tapa nele com uma multa gigantesca por isso.

ANÚNCIO

A polícia austríaca tem se esforçado para defender suas ações, sugerindo que talvez o homem não apenas peidou, mas, que ele tinha feito outras travessuras também, porém ainda assim, parece uma punição bastante dura.

Homem austríaco multado em 500 euros por peidar deliberadamente em policiais

O jornal de Österreich informou que a multa foi emitida porque o homem estava ‘ofendendo a decência pública’ e a polícia disse que ele estava agindo com desacato muito antes de soltar o vento.

ANÚNCIO

A polícia foi ao Twitter para dizer: “É claro que ninguém é denunciado por ‘soltar pum acidentalmente'”.

Eles disseram que esse cara estava se comportando “provocativamente e não cooperativamente” durante um encontro policial que ocorreu em 5 de junho, antes do ataque ofensivo.

De acordo com a lei e a ordem naturais de todos os seres humanos, quem o cheirou – no caso, o policial – a negociou, ou seja, aplicou uma multa ao infrator.

De acordo com mais relatórios da polícia austríaca, o infeliz surgiu de um banco do parque – seu odioso objetivo claro em mente – depois de olhar diretamente para os policiais, ele então ‘soltou um forte vento intestinal aparentemente com plena intenção’.

Homem austríaco multado em 500 euros por peidar deliberadamente em policiais

Oh, querida, quando você coloca assim, parece que foi feito com intenção e malícia antes.

A declaração da polícia obviamente ofendida continuou observando que “nossos colegas não gostam de ser peidados”.

Bem quem gosta? Essa é uma música que todos nós podemos dançar.

A força policial também afirmou que o homem pode recorrer da multa, se assim o desejar.

De qualquer maneira, como se prova a intenção em um caso de ‘keffing de primeiro grau’?

Eles analisaram seus padrões alimentares?

Talvez esse homem infeliz tivesse consumido uma refeição particularmente truculenta no período que antecedeu seu encontro com os infelizes policiais?

Como podemos ter certeza de que esse crime hediondo não foi apenas um caso infeliz de circunstância?

O único verdadeiro curso de ação agora é exigir respostas e bombear os consideráveis ​​recursos do sistema judicial austríaco para chegar ao fundo disso.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Ladbible

ANÚNCIO