História dos heróis do DOTA: Invoker #2

Dando continuidade a série “História dos heróis do DOTA”, hoje contarei a história de um dos personagens mais completos e complexos do game. Trata-se do Invoker, um mago de poderes impressionantes e que pode resolver o jogo em poucos minutos.

Um dos mais poderesoso heróis ranged de inteligência, Invoker é certamente o personagem mais difícil de controlar e aplicar skills do DOTA. Atualmente, é o único que detém 14 habilidades em seu arsenal, onde Exort, Wex e Quas são as principais. Seu ultimate é chamado de Invoke, sendo o responsável por criar as magias a partir dos reagentes já citados.

Suas três habilidades, Quas, Wex e Exort, podem ter até três instâncias, as quais se comportam como se fossem ingredientes básicos para a criação de uma nova e poderosa magia. A combinação desses reagentes pode resultar em até dez habilidades distintas.

invoker

Todas as habilidades do Invoker são capazes de causar os mais diversos tipos de ações, podendo assim ajudar seus aliados, mas também ferir mortalmente seus adversários. Seus três reagentes podem ser elevados até o nível sete, fator esse que é o responsável por determinar o poder e a potência das habilidades invocadas por Kael.

Dentro do jogo, o Invoker pode assumir o papel de iniciador, pusher, ganker, semi-carry, carry e até mesmo de suporte. Por possuir attributes medianos, Kael não conta com Attribute Bonus, sendo assim o único herói que não dispõem dessa melhoria.

Quas, Wex e Exort fornecem um bônus passivo que é aumentado a cada nível, o que permite a especialização do mesmo em níveis iniciais e incrementos situacionais em níveis superiores. Por dispor de uma natureza bastante flexível, Invoker é capaz de fazer uso de diversas combinações diferentes, no entanto, o seu sucesso durante a partida dependerá de uma build bem elaborada e de uma vantagem expressiva de gold.

Desde a sua primeira forma, a magia era luxo de apenas alguns escolhidos, principalmente os magos, criaturas essas que dominavam e trabalhavam com reagentes, a fim de criar combinações e encantos jamais vistos.

Alguns magos conseguiam aprender apenas uma magia, outros até duas, mas em sua maioria, os mais estudiosos e fortes conseguiam no máximo se especializar em três ou quatro feitiços, algo que levavam a vida inteira para dominar, visto que a necessidade de estudar e possuir uma excelente memória eram fundamentais para a execução de algumas magias.

A dificuldade em aprender e memorizar feitiços eram algo comum entre os magos, com exceção de um, um gênio de intelecto e memória jamais vistos e que manipulava os reagentes com extrema habilidade.

Dota2-Invoker

Chamado de Garral, o Invocador, esse mago, em sua juventude, dominava cerca de dez feitiços, os quais eram lançados de forma instantânea. Conhecido também por Kael Invoker, esse gênio aprendeu outras dezenas de magias, no entanto, ao perceber que de nada acrescentariam em seu poder, ele acabou descartando-as de sua mente.

Entre os seus feitiços mais importantes, pode-se citar o Encanto sempiterno, uma magia de longevidade. Para termos ideia de quão poderosa esse encanto é, aqueles que a utilizaram nos primórdios, ainda estão entre nós.

Esses magos, chamados de quase-imortais, vivem em sigilo total, visto que possuem medo de admitir seu segredo. Invoker não é desses que tem “vergonha” de assumir seus dons e feitiços, visto que sua experiência o coloca totalmente ciente do valor de sua sabedoria e principalmente de suas magias.

Dizem que Invoker pode ser extremamente perigoso quando encontra um inimigo a sua frente, visto que a sua sequência de feitiços é letal para quem ousar enfrentar o gênio da combinação de reagentes.

Alguns guerreiros mais ágeis garantem ter visto Invoker em uma floresta criando novas magias, algo que o afasta de inimigos e possíveis vítimas.

Reaja! Comente!
Topo