Gringo faz você aprender inglês sozinho com canal no Youtube com 261 mil inscritos

Com textos e vídeos em português, o americano Kevin Porter mostra como é possível aprender inglês rápido. Os vídeos já foram vistos mais de 7,6 milhões de vezes e o blog conta 45 mil acessos por mês.

Desafio para muitos, pesadelo para outros, aprender inglês rápido pode ser mais fácil do que se imagina. Sabendo disso, o americano Kevin Porter criou um blog e um canal no Youtube que, atualizados constantemente, trazem dicas e aulas rápidas que ensinam, de forma prática, a língua inglesa.

Com dois anos, mais de 261 mil inscritos e ultrapassando 7,6 milhões de visualizações, o canal Empreendedor sem Fronteiras é atualizado duas vezes na semana. Os vídeos abordam verbos mais usados, pronomes e palavras, além de expressões utilizadas no dia a dia. Perguntas feitas pelos seguidores também rendem tema para as gravações, e aquelas palavrinhas que nunca sabemos quando ou como usar - como (fazer), ou o - ganham aulas dedicadas.




Assim como o canal no Youtube, Kevin também possui um blog. São dois novos textos por dia que abordam verbos, pronúncia, escrita, palavras mais usadas e até construção de frases. Com as informações e dicas contidas nos posts é possível aprender inglês com receitas, música, filmes e seriados. Os conteúdos ainda incluem posts bastante úteis para quem precisa aprender algo muito específico, como falar ao telefone ou se virar no aeroporto. Atualmente o blog é acessado, em média, 45 mil vezes por mês.

O método desenvolvido por Kevin e adaptado para um curso online leva em consideração a comunicação simples baseada em verbos, substantivos e adjetivos. Também foca em entender as principais palavras, aquelas mais usadas no vocabulário inglês.

“Você não precisa saber todas as quinze mil palavras da língua se um nativo usa apenas 800 a 1000 palavras no dia a dia”. Com aulas self-study (de autoestudo), disponíveis em módulos e para que o aluno assista e estude conforme seus próprios horários, o curso Núcleo 500 já ensinou mais de 10 mil pessoas desde que foi fundado há dois anos.

Fazendo com que os alunos utilizem as aulas online e dicas diariamente – em locais como trânsito, filas de banco etc. – é possível uma imersão na língua e, em 30 dias, o professor garante que o aluno já consiga falar e escrever em inglês.

“As pessoas têm pressa. Muitas precisam aprender para uma viagem ou para uma promoção no trabalho e não adianta fazer duas aulas por semana, estudar só duas horas e depois não ter contato com a língua”, conta Kevin

“Criei o método a partir de uma necessidade minha em aprender português e vi que esse método era possível de ser adaptado para aprender outras línguas”, explica Kevin. Ele veio para o Brasil pela primeira vez em 2005 para fazer um trabalho voluntário. “Após meses tentando aprender a falar português numa escola tradicional nos Estados Unidos, vi que demoraria anos para me tornar fluente, então passei a estudar por conta própria e em quatro meses eu já conseguia falar e escrever”.

Kevin Porter deu à escola online, ao blog e ao canal no Youtube o nome Empreendedor sem Fronteiras pois, para ele, quem é fluente em inglês consegue fazer negócios e viajar para qualquer parte do mundo. “Os indivíduos passam a ‘não ter fronteiras’, tornam-se cidadãos do mundo”.

Para entrar no ritmo e ir treinando o ouvido, Kevin Porter dá algumas dicas (tiradas do blog dele mesmo) para aprender inglês rápido.

  • Aprenda com música: escute músicas em inglês acompanhando as letras. Isso faz você treinar o ouvido e também a leitura. Além disso, ao cantar as músicas você aprende também a pronúncia!
  • Filmes e séries sem legenda: Pode parecer assustador, mas aquela sua série ou filme favorito que você sempre assiste legendado e já conhece as vozes dos personagens principais pode ser uma verdadeira aula. Experimente rever os episódios sem legenda. Vai ver que entendê-los é mais fácil do que você imagina.
  • Mude o ambiente: Troque o idioma do seu celular e do seu computador para o Inglês. Assista noticiários em inglês, releia, em inglês, livros que já leu em português, escute rádios na internet e acesse sites em inglês. A imersão é o que faz aquela pessoa que fez intercâmbio aprender em três meses o que muitos não conseguem em oito anos estudando em escolas tradicionais de idiomas.
  • Não tenha vergonha! Você já viu americano falando português? Normalmente eles erram muito, mas não estão “nem aí”. Não se preocupe com uma gramática correta, e sim em conseguir se comunicar.
  • Acompanhe o blog da escola ESF Inglês: com postagens diárias, aborda as principais dificuldades dos brasileiros em falar, ouvir e escrever em inglês, além de dar dicas valiosas para um aprendizado rápido focado no vocabulário de dia a dia, como falar sobre o tempo, os verbos mais usados, nomes das cores, meses e dias da semana, entre outros.



Conheça os principais verbos do Inglês

Para quem está começando, Kevin indica conhecer os dez verbos mais usados da língua inglesa. Estão listados abaixo, com tradução e exemplos, para facilitar o entendimento.

  • BE - O primeiro verbo em Inglês a ser normalmente estudado nas escolas brasileiras, o TO BE significa presença. Em português seria traduzido como Estar e Ser.
    As conjugações são poucas, bem menos do que no português.
    I am / You are / They are / We are / He is / She is / It is
  • HAVE – Significa Ter.
    I Have – Eu tenho / You Have – Você tem / They Have – Eles têm / He Has – Ele tem / She Has – Ela tem.
  • DO – Esse é um verbo de ação e significa Fazer. Muitas pessoas confundem Do com Make, mas Make que significa Criar, ou seja, fazer algo iniciando do zero.
    A conjugação do verbo TO DO fica da seguinte forma:
    I do/ You do/ We do/ They Do/ He does/ She does/ It does
  • SAY  O significado de TO SAY é Falar, Dizer. Veja como é a conjugação:
    I say/ You say/ They say/ He says/ She says
  • WILL – No inglês não há conjugação de futuro como no português. A expressão “Eu farei”, por exemplo, não existe no inglês. Para falar algo no futuro usa-se sempre o verbo auxiliar WILL.
    Você coloca o Will + (outro verbo), e você tem o futuro.
    I will be / I will have / I will do = Eu vou ser / Eu vou ter / Eu vou fazer.
  • WOULD – Assim como o Will, o WOULD é um verbo auxiliar. Ele é usado para conjugar o que em português chamamos de Futuro do Pretérito, ou Condicional. Por exemplo: para dizer “Eu faria” em inglês, você diz: “I would do”. Confira outros exemplos:
    I would have / Eu teria
    I would love / Eu amaria
    I would say / Eu diria
  • Get – O verbo TO GET significa Obter, Pegar.
    I Get / Eu obtenho / He Gets / Ele obtém / They Get / Eles obtêm.
  • GO – TO GO quer dizer ir. A diferença na conjugação é pequena.
    I go/ You go/ They go/ He goes/ She goes
  • MAKE – Também significa Fazer, mas é um fazer diferente do DO, pois significa Criar algo do zero, como fazer um bolo.
    I Make / You Make/ They Make / He Makes / She Makes
  • CAN – Esse verbo significa Poder, de “Eu posso”.
    I can/ You can/ They can
    Eu posso / Você pode / Eles podem
Receba mais em seu e-mail
Carregar mais
Topo