Greves no Brasil: Quem ganha e quem perde?

E de fato, nos últimos meses, não se fala em outra coisa. De um lado patrões e empregados, e de outro as mais diferentes reivindicações. Afinal, quem está com a razão, é legítimo ou não uma greve geral no Brasil, confira:

Item 1- Onde tudo começa: E sim, não é de hoje que o Brasil sofre com as mais diferentes greves. Em São Paulo, por exemplo, vários sindicatos se organizam ano após ano, e o pior: fechando várias ruas e avenidas importantes. Um detalhe interessante, pelo menos no transporte,é que a demanda é cada vez maior, ou seja: cada vez mais dependemos de ônibus, metrô ou trem. Isso é claro, sem contar a passagem cada vez mais abusiva.

2- A qualidade x defasagem: E aqui, o que se coloca em cheque é a qualidades dos ‘produtos’, ou dos bens oferecidos.Em relação aos bancos, por exemplo, até que ponto somos bem atendidos em agências, ou ainda, na boca do caixa?O que se vê a priori, é um péssimo tratamento dado. De seguranças mal preparados, passando pelas portas giratórias inadequadas.

3- Quem está com a razão, afinal?: Pois é, e polêmicas á parte, quem está com a razão, afinal?Até quando viveremos nesse impasse, sem regras, sem evolução, sem melhorias? Que o Brasil está falido, isso não há dúvida. Ainda sim, que possamos acreditar, e reverter esse quadro. Cá entre nós, ou revertemos ou o país quebra de vez…