Grávida de 13 anos diz que ‘se apaixonou à primeira vista’ por menino de 10 anos

ANÚNCIO

ANÚNCIO

As crianças estão juntas há um ano e planejam criar seu filho com a ajuda dos pais, mas enfrentaram bullying em sua cidade natal, Zheleznogorsk, Rússia.

Segundo as crianças, eles se conheceram há um ano e se apaixonaram à primeira vista.

Daria, que está grávida de oito semanas, disse durante o programa On Air, no qual eles apareceram com permissão dos pais: “Um amigo meu nos apresentou e dois dias depois começamos a namorar.”

“Ivan disse que estava apaixonado por mim. Tentamos passar o máximo de tempo juntos possível.”

“Nós gostamos de andar pelas ruas de mãos dadas e beijar.”

Grávida de 13 anos diz que 'se apaixonou à primeira vista' por menino de 10 anos

Mas há quem duvide que um garoto de 10 anos poderia ter um bebê.

O pediatra local Nikolai Skorobogatov disse: “Teoricamente, as duas crianças poderiam ter atingido a idade reprodutiva”.

Evgeny Grekov, especialista em urologia e andrologia, diz que Ivan não poderia ser o pai.

Ele disse: “Verificamos novamente os resultados do laboratório três vezes, para que não haja nenhum erro.

“Não pode haver espermatozóides. Ele ainda é uma criança.

“Não há nem testosterona. E, para acrescentar, ele ainda tem órgãos sexuais infantis. A puberdade não começou. Então, temos muitas perguntas”.

De acordo com a garota, que planeja manter o filho, ela e o namorado se cuidam e definem suas mídias sociais como ‘casados’.

Grávida de 13 anos diz que 'se apaixonou à primeira vista' por menino de 10 anos

A estudante disse: “Ivan tem gastrite e eu não permito que ele beba bebidas com gás.

Às vezes me preocupo com o meu peso, mas ele diz que estou em perfeita forma e não preciso fazer dieta. Ele é muito gentil.”

Daria revelou que ela e Ivan fizeram sexo em sua casa quando sua mãe estava fora.

Ela disse: “Depois que fizemos pela primeira vez, nos escondemos debaixo do cobertor por vergonha”.

Logo depois, Daria começou a ficar doente e com náusea na maioria dos dias.

A mãe da menina, Elena, levou-a ao hospital para exames, mas os médicos não conseguiram encontrar a causa de sua ‘doença’.

Finalmente, Elena comprou um teste de gravidez para sua filha.

Grávida de 13 anos diz que 'se apaixonou à primeira vista' por menino de 10 anos

Elena, que também estava participando do programa, disse: “O teste mostrou que Daria estava grávida. Depois disso, ela confessou ter feito sexo com Ivan.

Fiquei em choque. Não consegui dizer uma palavra.

“Quando começamos a conversar, ela disse que não mataria o bebê e eu apoio sua decisão. Eu não quero que ela se arrisque”.

Ivan e sua mãe Galina, 28 anos, planejam ajudar Daria a criar o filho.

Galina disse: “Eu não sabia o que dizer depois de saber que meu filho de 10 anos era pai de um filho.

“Acho que o próprio Ivan não entende bem o que aconteceu.

“Ele disse que eles vieram ao nosso apartamento e Daria o chamou para a cama.

“Eles não usaram nenhum contraceptivo e obviamente não perceberam as possíveis conseqüências”.

Alguns vizinhos expressam dúvidas sobre o menino ser realmente o pai.

Um homem que mora ao lado disse: “Acho que outra pessoa engravidou a garota e agora eles querem colocar toda a responsabilidade no garoto”.

E uma mulher disse: “Não acredito que o menino seja o pai da criança. Duvido que ele seja desenvolvido o suficiente para isso”.

Grávida de 13 anos diz que 'se apaixonou à primeira vista' por menino de 10 anos

Ivan disse: “Daria nunca esteve com outro homem. Eu sei disso com certeza. Eu sou o pai do bebê dela.”

As crianças dizem que se tornaram alvo de bullying na cidade natal de Zheleznogorsk, na região central do Krasnoyarsk Krai, na Rússia.

Daria disse: ‘”Algumas crianças da minha escola me chamaram de idiota e disseram que eu estava dormindo com outros homens. Eu queria morrer depois de ouvir isso.”

A mãe de Ivan, Galina, disse: “As pessoas são más e suas opiniões são cruéis. Quando Ivan chegou em casa e disse: ‘Onde eu poderia me enforcar?’ Fiquei com o coração partido.”

Daria foi submetida a um exame médico em uma das melhores clínicas de Moscou, segundo o programa.

O ginecologista Eleonor Shagerbieva disse: “A gravidez prossegue normalmente“.

A polícia iniciou uma investigação sobre o incidente.

“Todas as pessoas envolvidas e a escola da menina estão sendo entrevistadas.

Daria disse: “Quando eu estava pensando no processo de parto, fiquei com medo. Mas depois vi meu bebê durante um ultrassom. Era tão pequeno e fofo. Agora estou pronta para dar à luz”.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Mirror