As grandes mudanças das próximas décadas

O mundo caminha para o futuro a passos largos e essa caminhada acelerada vai trazer incríveis mudanças que muitos de nós estaremos vivos para assistir:




Um novo líder

USA-China

Querendo ou não, nós vivemos sobre a influência político-cultural e tenológica dos EUA. As marcas de roupas e músicas escutadas aqui, vem de lá. A internet, tão usada por aqui, se resume a sites de origem americana, como Google e Facebook. Ou seja, mesmo não sendo mais aquela potência dos anos 90, os EUA continuam a influenciar o mundo com seu poder econômico e militar, mas nossa geração está vendo isso mudar.

Em pouco mais de 30 anos, a China vai ter uma economia duas vezes e meia maior do que a americana e a produção per capita do país vai ser 70% maior do que vemos hoje em dia no EUA. Isso vai fazer com que esse país oriental seja a maior potência mundial em todos os sentidos. Da mesma maneira que a cultura e tecnologia americana influenciam nossa vida em todos os sentidos, o mesmo vai ocorrer com a China no futuro.




Sexo virtual

online_sex-620x412

Muitos são contra, outros fazem, mas não falam para ninguém. Mas queira ou não, cada dia mais as pessoas usam a tecnologia para relações sexuais. Seja trocando fotos nuas pelo Snapchat ou mandando vídeos pelo WhatsApp. No futuro, isso vai ser comum e corriqueiro, pois essas barreiras que a geração atual impõe a quem faz isso, cairão, transformando o sexo virtual em mais uma forma de sexo normal.




Aquecimento global para valer

img_full_60515

Hoje em dia existe muita discussão e pouca ação em relação ao grande problema do aquecimento global. Contudo, nós ainda não estamos sofrendo com os problemas mais graves que essa mudança pode trazer. Mas em 2052, o clima terá mudado drasticamente, chegando a ser, em média, 2 graus mais quente.

Para nós isso parece pouco, mas essas mudanças trarão consequência macabras. Milhões de espécies desaparecerão, causando um desequilíbrio ambiental gigantesco. Alguns cientistas acreditam que por volta dessa época estaremos vivendo no meio de uma das piores extinções em massa da história de nosso planeta.

Os polos derreterão, criando o aumento do mar, que destruirá cidades costeiras. Países que hoje produzem alimentos para o mundo todo, terão seu clima mudado e não conseguirão mais produzir, fazendo com que mudanças drásticas afetem a economia. Bilhões podem passar fome e sede, criando guerras por alimentos.




Pragas do futuro

Obesity-In-Developing-Countries

A cada ano, a expectativa de vida humana cresce 3 meses. Apesar disso, estamos ficando mais obesos e doentes. No futuro, isso tende a piorar ainda mais. Os trabalhos estão se tornando cada vez mais mentais do que físicos, fazendo com que problemas como o sedentarismo aumentem drasticamente. No futuro, isso via ser ainda pior e, segundo cientistas, as grandes pragas das próximas décadas não serão o câncer e a AIDS, mas sim a obesidades, sedentarismo e principalmente a depressão.




Chips em humanos

human_barcode_mark-of-the-beast

Cada dia mais nossa vida depende de chips. Seu celular tem um, o computador tem vários, o controlador do motor do carro, as sinaleiras, enfim, milhares de coisas que convivemos hoje em dia são controladas por chips programados para nos ajudar. A coisa é tão grande, que praticamente qualquer objeto que seja alimentado por energia elétrica tem um chip dentro.

E agora, cada vez mais, com os smartphones e relógios inteligentes, os chips estão chegando mais próximos de nosso corpo. No futuro, os chips serão tão eficientes e pequenos, que deverão ser implantados em nosso organismo. Seja para usá-los como passaporte e cartão de crédito ou mesmo para ajudar nos cuidados com a saúde, monitorando sinais vitais e diversos parâmetros do corpo.




Vivendo mais

o-OLD-PERSON-SMILING-facebook

Apesar dos problemas do sedentarismo e depressão, a humanidade deve viver cada vez mais. Os avanços da ciência devem exterminar doenças como AIDS e câncer. Os exames serão muito mais profundos e baratos. Além disso, cada vez mais seremos capazes de prever doenças analisando o DNA de cada pessoa. O avanço será tão grande quanto foi no século passado, onde a expectativa de vida cresceu em mais de 20 anos. Segundo biólogos, em 2014 nasceu a primeira pessoa que viverá além de 150 anos.

Receba mais em seu e-mail
Carregar mais
Topo
<-- /home/minilua/public_html/wp-content/cache/static/https/minilua.com/grandes-mudancas-das-proximas-decadas/index.html //-->