10 grandes inventores que se arrependeram do que criaram… e acabaram odiando suas invenções

A emoção do momento, a incerteza, o destino incrível, por esses e mais motivos fazemos alguns trabalhos criativos, porém no final o resultado pode não ser o que tínhamos planejado, de modo que acabamos odiando o resultado. Aqui você tem 10 casos famosos:

1. Anna Jarvis

Anna Jarvis

Essa mulher conseguiu institucionalizar a celebração do Dia das Mães, no entanto, por ver como se tornou uma data puramente comercial, ela investiu seu tempo e fortuna na luta contra a celebração.

2. Orville Wright

Orville Wright

Juntamente com seu irmão, ele inventou o avião, mas quando sua criação começou a ser usada para bombardear cidades durante a Segunda Guerra Mundial, ele se arrependeu de ter inventado.

3. Alfred Nobel

Alfred Nobel

Esse homem desenvolveu dinamite, mas vendo os usos que começaram a dar a ela, ele começou a sentir muita culpa e então para tentar se desculpar com a humanidade ele investiu sua fortuna para criar a premiação que agora leva seu nome, reconhecendo o melhor da literatura e vários campos da ciência.

4. John Sylvan

John Sylvan

O inventor desses recipientes para creme de café se arrependeu quando viu a imensa quantidade de plástico descartado desse produto, que acabava contaminando os mares e rios.

5. Robert Oppenheimer

Robert Oppenheimer

Ele dirigiu o Projeto Manhattan, que resultou na criação das bombas atômicas que foram lançadas em Hiroshima e Nagasaki. A culpa o levou a criar a Comissão de Energia Atômica, onde ele solicitou um uso para outros fins além da guerra para essa energia.

Clique em “Próximo” para ler o restante do conteúdo da postagem.